Quando Os Portões Se Abrem…

Dr. Michael LaitmanO Livro do Zohar, “Dois Pontos”, item 120: No final de todos os portões, Ele fez um portão com vários cadeados. Esse portão é chamado de Malchut de Malchut, o ponto final de todos os portões superiores. Este último portão é o primeiro portão para Hochma [sabedoria] superior. Ou seja, só é possível ser recompensado com Hochma superior após a conquista deste último portão especificamente, quanto à conquista da Hochma superior, que é o primeiro portão. É por isso que está escrito: “O temor do Senhor é o princípio da sabedoria”, pois “Temor do Senhor” é chamado de último portão, que é o primeiro lugar para a sabedoria do Senhor.

Comentário: É como se os portões estivessem dispostos um após o outro, para que possamos entrar neles, mas eles parecem bloquear a entrada. Portanto, verifica-se que existe um bloqueio quando se quer entrar.

Resposta: Claro. Entrar significa que a pessoa se encontra num determinado estado. Como você avança de um estado para outro? Ao abrir outra parte do desejo de receber e corrigindo-o com a intenção a fim de doar, e assim, através de todos os portões.

Assim, cada portão é o aumento do desejo e sua correção. Portões, fechaduras e aberturas são todos destinados para que a pessoa suba de um nível para o outro, mas sem portões, não haveria mudança de estados. O portão não é apenas uma entrada fechada que foi bloqueada. Você não vai sentir nada se não passar pelo portão, se não adquirir Aviut (espessura) e sua correção, e adaptar-se a esse estado que é chamado de um portão.

Não há nada após o portão na espiritualidade. Não é apenas o próximo portão. Cada passo é o próximo portão. Não há nenhum portão que se abre amplamente e por trás do qual existe uma grande cidade, e , em seguida, o próximo portão atrás do qual há um campo , e, em seguida, um outro portão e outro. Existem apenas portões que vêm um após o outro.

Pergunta: Então para onde eles levam para se não há nada por trás deles?

Resposta: Há tudo no portão, tanto o sentimento como a realização. Tudo começa e termina no portão. O que você precisa além dos portões, se você está avançando no sentido de se identificar com o Criador? O que mais está faltando, exceto os portões? Afinal, cada portão leva você para o que você tem que ser. Na verdade, todo o HaVaYaH é um portão atrás do outro, dez Sefirot. Depois, há mais dez Sefirot, e outras dez, etc.

Às vezes nós dizemos que apenas uma entrada é chamada de portão e, assim, a pessoa se desenvolve a partir dele, mas este desenvolvimento também pertence aos portões.

Pergunta: O que você sente quando chega a um portão ?

Resposta: Você sente um caminho bloqueado.

Pergunta: E como você abre o portão?

Resposta: Você abre o portão ao aceitar primeiro este bloqueio, ao aceitar o fato de que o caminho está bloqueado. Você aceita esta auto anulação e o temor do Criador, e assim em cada nível, até que este portão se torne uma entrada. Caso contrário, ele não vai se tornar uma entrada. O portão deve se abrir, e quando você passa pelo portão, isso significa que você aceita todo o Aviut corretamente, e neste novo Aviut, você vê um mundo novo.

Pergunta: O que significa que você aceita que o caminho está oculto?

Resposta: Aceitar que tudo é para o nosso benefício. É também um processo de aceitar e ser grato por isso.

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 13/01/14, Escritos do Baal HaSulam

Um Comentário

  1. Acho que entendi o significado de ultrapassar um portão ou perceber um portal!

Comente