O Que Vem Depois Do Capitalismo?

Dr. Michael LaitmanOpinião (Konstantin Frumkin, PH.D., jornalista, filósofo, coordenador da Associação dos Futurologistas): “O capitalismo pode ser definido como um sistema econômico baseado na propriedade privada dos meios de produção, no trabalho assalariado e no mercado de trabalho. Assim, o desaparecimento do capitalismo está ligado à substituição da propriedade privada dos meios de produção, do salário dos mercados de trabalho e das mercadorias e moedas.

“A economia do estado vai substituir o capitalismo. A sociedade que está na transição do capitalismo não terá um único tipo dominante de propriedade, mas sim uma ‘economia mista’ e a igualdade de todas as formas de propriedade. Essa ideia já é uma realidade do mundo moderno.

“Qualquer fabricante tem que receber uma compensação pelos seus custos, de modo que a economia não pare. O mercado desempenha um papel fundamental na organização da economia. A troca é o cerne do mercado.

“Para abandonar o mercado de câmbio, é necessário resolver a) o problema de oferta e demanda, como orientar os produtores para as metas que são necessárias aos consumidores; b) o problema da motivação dos produtores.

A superação do capitalismo vai acontecer pela superação da economia, quando os motivos econômicos não afetarão o comportamento das pessoas: a economia será ultrapassada por um excesso de riqueza, quando a abundância geral simplesmente permitirá que as pessoas não pensem sobre ganhar e trocar, ou o mesmo efeito é conseguido através da automação e total substituição do ser humano no processo de fabricação”.

Meu Comentário: A produção em massa usual vai se tornar coisa do passado; programas e robôs vão substituir as pessoas. Impressoras domésticas 3-D substituirão as fábricas. Através da educação integral gradual da sociedade e da queda do interesse egoísta por necessidades materiais desnecessárias, nós chegaremos, em acréscimo à robótica, ao surgimento do interesse no trabalho conjunto como a recompensa.

2 Comentários

  1. Quando isso ocorrerá? Já existe alguma espectativa de transição do captalismo para esse novo sistema?

  2. Interessante. A transição, faz parte de um processo. A gradação disso se faz em Terios reais. Na própria maneira é possibilidade da condições de cada um.

    Seria interessante conseguirmos dar equidade ou desenvolver esse senso de maneira mais objetiva. As relações de troca farte de nosso processo de ser humano. Então, estamos “caindo com a mesma pedra” quase sempre.

    Educação, processo de formação infantil. São formas processuais de alterarmos gerações.

Comente