O Burro E Os Bolos

Dr. Michael LaitmanPergunta: O que um Cabalista sente quando vê pessoas sofrendo?

Resposta: Ele sente que elas estão prestes a receber uma recompensa maravilhosa. No geral, elas já estão recebendo, mas não podem sentir isso no momento, porque ainda não corrigiram seus vasos, seus desejos.

Suponha que eu dou ao meu filho pequeno uma nota de mil dólares. Ele só sabe que é dinheiro, mas não tem ideia do que este “papel” vale, e por isso segura por um tempo e, em seguida, joga-o no chão. Se ele pudesse entender o que eu dei a ele, ele iria usar o dinheiro e comprar um monte de sorvete, doces e brinquedos, mas ele ainda não sabe como transformar essa nota em prazer.

Nós somos iguais e piores ainda. Em vez de desfrutar, nós sentimos dor e sofremos. Eu me esforço, e em troca recebo uma descida, uma queda, um mau pressentimento. Que tipo de recompensa é essa? A questão é que nós realmente fazemos grandes esforços, mas ainda não concluímos a nossa correção para que possamos receber a recompensa, o pagamento corretamente. Assim, nós recebemos o pagamento, mas não entendemos que é o pagamento e não prestamos atenção a ele.

Imagine um burro que é servido com bolos de creme, mas não precisa de bolos; ele precisa de cereais e água. Ele não gosta de nada disso, uma vez para ele grãos e água são o maior prazer.

Isso é também o que eu entendo. Nós temos sido servidos com um grande e maravilhoso “bolo”, mas primeiro temos que nos corrigir para sermos aptos a esse prazer. Eu recebi o prazer, mas, no momento, ele é sentido como sofrimento. É porque nós estamos com fome e estamos olhando para o nosso “grão” e não entendemos nada do que se trata este negócio do bolo de creme.

Eu me pergunto e me ofendo com isso. “Pra que eu preciso disso?” Em resposta, eu ouço: “Avance para o nível humano, e você vai desfrutá-lo”.

Da 4a parte da Lição Diária de Cabalá 20/01/14, Escritos do Baal HaSulam

Comente