Nada No Mundo É Supérfluo!

Dr. Michael LaitmanPergunta: Por que às vezes nós somos sacudidos na medida em que simplesmente não conseguimos tolerar a nossa condição? Nós acordamos de manhã e tudo está contra nós…

Resposta: Essas “sacudidas” não são contra você, mas elas lhe dão a chance de acordar. Será que você desejaria subir uma colina íngreme se você acordasse de manhã e visse pássaros cantando, o sol brilhando, tudo florescendo, a grama verde ao seu redor, e belas ondas se chocando contra a beira-mar?

Como alguém pode avançar sem resistência? Você tem que entender que nós realmente necessitamos da linha esquerda! Nós nunca devemos deixá-la de lado ou anulá-la, mas sim trabalhar com ela e vinculá-la a nós como se estivesse escrito em pedra em nosso cérebro: “Nada é extra (supérfluo) neste mundo”. Nós devemos ser gratos por atravessar até mesmo as piores coisas e encontrar inimigos terríveis. Aqueles que nos impedem de disseminar a Cabalá, que nos caluniam, são de vitais e essenciais para nós. Sem eles, não seremos capazes de nos estabelecer corretamente.

É impossível nos moldarmos sem forças destrutivas que nos pressionem. Por causa delas, nós podemos formatar, construir e moldar a nós mesmos. Não podemos avançar sem uma segunda força alternativa, estando somente sob a influência de uma única força, a força da benevolência. Nós ficaríamos loucos se a única força que encontrássemos fosse uma força boa e benevolente que não tem limites.

Nós agimos sempre dentro de certos limites. Ir além dos limites significaria posicionar toda a linha esquerda contra a direita. Neste momento, nós estamos apenas começando este trabalho e é por isso que devemos considerá-lo de uma forma muito simples: “A partir deste momento, eu deveria ter em mente que a minha vida é o entrelaçamento de duas forças opostas; é extremamente importante que nós aceitemos que ambas compõem a minha vida”. Não devemos esperar que as forças que não gostamos desapareçam de repente. Isso simplesmente não vai acontecer.

Veja como nossos corpos funcionam. A vida só é possível onde há interação, conexão, digestão e metabolismo.

Comentário: Eu consigo compreender isso com o meu cérebro, mas quando a Luz começa a me pressionar, mesmo um pouco mais, eu não consigo suportar.

Resposta: Há apenas uma receita: agarrar-se ao centro do grupo. Agora você já vê que precisa de um “escudo”, caso contrário, nunca vai ter certeza do que vai acontecer com você no momento seguinte, ou então, você está no temor genuíno em vez de brincar com brinquedos que lhe são dados no momento. A libertação só pode ser encontrada no centro do grupo. Se você agarrá-lo, você será salvo.

Da 1a parte da Lição Diária de Cabalá 27/12/13, Shamati # 72 “A Confiança é a Vestimenta para a Luz”

Comente