Um Gênio Que Cria De Acordo Com Um Programa

Dr. Michael LaitmanPergunta: Há pessoas que sabem organizar bem os processos, e se a pessoa toma para si a responsabilidade, ela a realiza até o fim. Mas entre nós, nos grupos, há muitas pessoas que são o que chamamos de “as pessoas criativas”. De que maneira essa criatividade é expressa? Você vê, por um lado, nós precisamos de liberdade e, por outro lado, de supervisão e controle; essas coisas são contraditórias. Como é possível trabalhar com pessoas como estas?

Resposta: É claro que as pessoas criativas são tipos singulares de pessoas que devem ser mantidas em algum tipo de estrutura, porque sem isso, se elas não estivessem suficientemente ligadas a um objetivo, elas poderiam divagar em algum lugar. Por outro lado, elas necessitam de liberdade. Mas quando elas se encontram no âmbito de algum projeto, onde as áreas para o trabalho foram preparadas para elas desde o início, baseadas num sistema com um acordo, então a pessoa não pode se sentar em casa na agonia da criação ou passear ao longo da praia, escrevendo algo para si. Ela deve ir e “impulsionar” os materiais, ou seja, aqui há sempre um conflito interno com “liberdade artística”.

Certa vez, eu estudei um pouco a biografia de “artistas livres” e sei que todos eles funcionam de acordo com ordens. Parece-nos que eles criam a partir do sofrimento. Mas, na verdade, tudo é feito de forma realista em prol de uma fatia de pão, para cobrir diversas despesas, etc. Toda a criatividade é feita por ordem e sob pressão. Portanto, apesar do gênio, eles precisam estar em uma estrutura.

Pergunta: Como se constroem essas estruturas?

Resposta: Deve haver um programa! Se eu trabalho com as massas, como posso viver sem um programa? Elas me obrigam.

Pergunta: Mas essa pessoa não consegue juntar um programa…

Resposta: Esta é outra questão.

Por exemplo, o famoso violinista Oistrakh estava sempre flutuando nas nuvens. No último momento, o ministro da Cultura, Furtseva, entrava em contato com ele e dizia: “Uma pessoa está indo até você agora com um bilhete de avião e vai levá-lo ao aeroporto. Você está viajando numa turnê”. É isso. Ele pegava seu violino, o levava ao aeroporto, e viava. Apesar de tudo isso, ele voava de acordo com um programa, pois caso contrário seria necessário cobrir grandes multas por quebra de contrato, e assim por diante, ou seja, não poderia haver objeções ou reservas. Nós temos que trabalhar de acordo com um programa. Não há nada a fazer sobre isso.

De KabTV “Através do Tempo” 22/09/13

Comente