Quando O “Ponto No Coração” É Descoberto

Dr. Michael LaitmanPergunta: Como é possível determinar que uma pessoa que estuda o método integral descobriu o “ponto no coração”? De acordo com quais indicadores? Por que, neste caso, ela deve ser retirada do grupo integral?

Resposta: Desde que a pessoa se encontre num estado normal, como todo o grupo, não há problemas. Mas no momento em que você vê que ela se encontra numa descida, então é necessário tomar medidas imediatamente.

Você vê que a pessoa não consegue entender o que está acontecendo, o mundo inteiro está obscuro para ela, ela se sente deprimida e sequer sabe disso: “Por que isso está acontecendo comigo?” É muito difícil lidar com isso e superar isso a primeira vez. Será imediatamente compreensível para você que dentro dela o desenvolvimento espiritual começou.

Em um caso como este é necessário esperar: pode ser que tudo se transforme por si só e ela saia dessa situação. Eu não acho que ela deva ser imediatamente retirada do grupo. Depende de como ela age. Se ela é afastada do que está acontecendo, isso poderia influenciar todo o grupo. Por isso, é possível explicar a sua condição ao resto do grupo como uma doença temporária, transitória, para ela não entende por si mesma o que está acontecendo consigo.

Depois de esperar algum tempo e analisar o seu comportamento, você pode decidir o que fazer com ela. É certamente possível e vale a pena continuar a mantendo-a neste grupo, e pode ser que mudanças profundas como essa ocorram nela que tornem necessário retirá-la.

Para começar, você pode lhe dar um material para ler que se encaixe bem com o nosso método, algo muito suave, como, por exemplo, sobre o livre arbítrio ser encontrado em conexão com os outros, e a pessoa vai se perceber desta forma.

Pergunta: O que deve ser feito se, pelo contrário, ela entra numa crítica ativa e começa a separar o grupo?

Resposta: Você precisaria sugerir que o grupo analisasse o seu estado, para incluí-la entre eles de forma integral e esclarecer as perguntas que ela quer perguntar.

O grupo vai começar a discutir suas próprias questões, sem prestar atenção a ela. Não é necessário incomodá-la. Deixe-a ouvir e tirar suas conclusões.

De KabTV “Através do Tempo” 24/09/13

Comente