O Que Vês Nesta Imagem?

Baal HaSulam, “O Ensino da Cabalá e Sua essência”: Considerando que o primeiro discernimento todos recebem igualmente sem adição ou subtração, como Adão, em compreender a realidade deste mundo. Em vê-lo, todos são iguais, mas isto não é assim em compreendê-lo — alguns evoluem de geração em geração, e alguns regridem.

Todos podem ver as mesmas coisas neste mundo, o mesmo fenômeno. Ainda assim, depende de quem as vê, se é uma criança, um adulto ou um idoso. A diferença está na mente de quem presencia. Afinal, seus sentidos têm uma mente que está por trás deles que analisam suas percepções; depende do nível de realização de cada um.

Acontece que vivemos em condições muito especiais e maravilhosas. Não há nenhuma maravilha maior do que este mundo: o Criador o criou e podemos viver nele e começar nosso caminho espiritual de um estado que não é espiritual. Há uma realidade diante de nós que todos podem ver, mas todos a alcançam de acordo com seu entendimento externo.

Suponha que eu tirei uma foto de um amigo que trabalha na construção do nosso novo edifício: é só alguém que trabalha para mim, e só mais tarde descobri que ele é voluntário em garantia mútua fraternal, juntamente com todos os outros, mas a foto em si permanece a mesma.

Esta é a singularidade deste mundo: aqui tudo depende de como uma pessoa atinge os “quadros” que aparecem ante todos.

Da 4ª parte da lição diária de Cabalá 10/12/13, Escritos de Baal HaSulam.

Material Relacionado:
O Nosso Mundo É Finito?
Quão Sólido É O Nosso Mundo?
Realidade Ou Um Gráfico Do Teste Da Visão?

Comente