O Contato Entre O Gerente E Seu Subordinado

Dr. Michael LaitmanPergunta: Há uma questão complicada sobre o contato entre o gerente e os subordinados. Como é possível tornar-se amigo do subordinado, se eu sou o seu chefe?

Resposta: Em primeiro lugar, nós preparamos os trabalhadores, discutindo com eles como é possível agir em relação ao gerente como com um amigo.

Além disso, o gerente precisa permanecer como gerente. A vida é construída de acordo com a hierarquia. Mas nós precisamos criar essas relações mútuas no coletivo, ou seja, que, por um lado, do lado do trabalhador, não haverá medo do gerente, visto que a assistência mútua é a garantia para o trabalho eficaz em nossa fábrica.

Vamos supor que você possa se aproximar do gerente como um amigo e dizer: “Olha, isso não está funcionando. Eu acho que seria melhor fazê-lo desta forma”. E ele aceitasse isso de você, entendesse, ouvisse o seu conselho, e gostasse de receber o seu conselho porque em seu nível, do ponto de vista do executor, você sabe mais do que ele.

Uma assistência mútua como essa vai criar não só um bom ambiente na fábrica, mas também econômico. Vamos começar a tornar o coletivo igual, atribuindo parte dos lucros para ajudar os mais necessitados. Aqui nós estamos falando de igualdade física entre as pessoas, entre amigos. Por um lado, eles estão trabalhando sob um gerente, e por outro lado, são amigos. E nós precisamos atrair aqueles que participam ativamente no processo de integração.

Pode acontecer que nós possamos descobrir pessoas no coletivo que não são necessárias e até mesmo causem danos. Se uma pessoa não participa no sistema integral e não é benéfica para o coletivo, não do ponto de vista de sua produção ou do ponto de vista da sua cooperação, então devemos nos livrar dela.

Criar um contato entre o gerente e os trabalhadores sob seu comando não é uma tarefa simples. É preciso fazê-lo com muito cuidado através de todos os tipos de jogos. Vamos supor que agora estamos jogando com os amigos. Todos são iguais, “John, como você está? Não Sr. John Smith, mas John, como você está?” Então, nós jogamos como o gerente e o trabalhador, e tudo muda instantaneamente.

Um jogo é um assunto sério. Desta forma, nós treinamos pessoas para trabalhar simultaneamente em dois níveis. É especificamente o que acontece com a gente com o estudo da sabedoria da Cabalá: há conhecimento e há “fé acima da razão”. Nós temos que fazer isso para que elas sintam estes dois níveis, sem que cada uma interfera uma com a outra.

Agora eles estão jogando como se todo mundo fosse igual, virando-se para o gerente de uma forma amigável, não sendo rude, mas de uma forma amigável. Depois disso, da mesma forma, de uma forma amigável, jogando o gerente e o trabalhador com ele, expressando, assim, por um lado, todas as queixas para com o nosso chefe no trabalho, e, por outro lado, sugerindo conselho, a fim de criar um bom ambiente para o coletivo, porque isso também depende da gestão.

Eles fazem sugestões adequadas para que a sua empresa se torne integral em termos de desempenho e em termos de atmosfera geral, pois se baseia nesses dois parâmetros. Eles vão começar a discuti-los tanto como parceiros iguais, e como gerente e trabalhadores.

De KabTV “Através do Tempo” 23/09/13

Comente