Critérios Para Avaliação Da Integralidade De Uma Pessoa

Pergunta: Qual é o critério para avaliar a integralidade de uma pessoa, especialmente o gerente de uma fábrica, depois que ele passa por um curso de Educação Integral?

Resposta: Ele pode ser avaliado de acordo com vários critérios.

O primeiro critério é o grupo. Quanto é que uma pessoa anseia novamente pelo grupo em sua vida diária, e em seu trabalho regular, porque ela é recarregada a partir dele? O quanto ela é ligada mais fortemente com alguns de seus amigos, mas, principalmente, com todo o coletivo, porque junto ela se sente confortável e acolhida?

Subconscientemente, todos nós aspiramos a nos sentirmos seguros, como uma criança que corre para a mãe e enterra o rosto no seu colo, apenas expressamos isso de forma diferente. Um lance como este existe com todos: tanto para uma nação, como para um povo, e como para um indivíduo solitário, e também para toda a humanidade. Nós intencionalmente recebemos um imperativo como este de cima. Portanto, uma pessoa que anseia por conexão, para o aconchego, é naturalmente mais avançada.

O segundo critério é a família. Será que ele tenta criar uma atmosfera idêntica na família, pois de outra forma ele não se sente à vontade lá? Pode ser que ele não pode ou não quer explicar isso para a família, isto não é confortável ou agradável para ele. Portanto, ele precisa organizar piqueniques conjuntos em família e reuniões sociais. Ou ele poderia estabelecer um clube de mulheres onde as mulheres falarão sobre quais as mudanças que vêem em seus maridos.

O terceiro critério é o trabalho. É mais difícil para um gerente trabalhar com os seus trabalhadores, porque ele vai começar a relacionar-se mais suavemente com eles e eles considerarão isto um ponto fraco. Em um caso como este, é preciso, urgentemente, começar a ensinar Educação Integral para eles.

Enquanto os gestores ainda estão a “cozinhar”, depois de duas ou três sessões, temos que começar a trabalhar com os trabalhadores.

Ao mesmo tempo, a empresa não muda, pois nós só melhoramos a conexão entre a equipe de trabalhadores. O sistema não precisa ser mudado, ele vai amaciar e tornar-se mais integral em suas conexões internas. Mas nada será alterado com as diretrizes e estrutura, a linearidade anterior de cima para baixo permanecerá. Nós só melhoraremos a atmosfera na empresa para produzir resultados positivos em todos os níveis.

Os valores vão mudar gradualmente com as pessoas. A revolução vai acontecer quando todas as pessoas na fábrica, como resultado do trabalho integrado anual, sentir que o mais importante é o espírito e não um aumento de salário.

Então, a necessidade interior será criada para igualar salários. O que vai levar a isso é a constatação de que um trabalhador está recebendo uma quantidade com a qual ele pode somente viver com dificuldade, enquanto que o gerente recebe acima e além, tudo vai conduzir-se a um novo equilíbrio. Um realinhamento gradual ocorrerá que será resolvido á partir de cima e não a partir de baixo, mas somente após o desenvolvimento integral da equipe de gestão.

[121920]

Da Kab TV “Através do Tempo” 23/09/13

Comente