Comunicação Não É Apenas Um Fio E Uma Onda

Dr. Michael LaitmanPergunta: Em um workshop, é possível sentar pessoas ao redor de uma mesa com chá e biscoitos em vez de apenas em um círculo de cadeiras?

Resposta: Sem mesas, e sem chá com biscoitos!

Se uma pessoa está incluída da maneira correta em um workshop, ela simplesmente desconecta-se de seu corpo. Todas as sensações do corpo físico são pedidas para ela. Ela mergulha nas discussões, discernimentos; um diz isso e outro diz outra coisa. A possibilidade de determinar diferenças entre os amigos aparece dentro dela. Ela “sente” cada um deles: seu estilo, expressões e mundo interior. Isto é imperativo para ela, pois depois de tudo, ela deve se integrar com eles.

Uma pessoa não precisa se preocupar sobre como transmitir a Luz para os outros, mas como se conectar com eles através do desejo, ou seja, como entrar em contato com o seu contato como um plugue em uma tomada. Em geral, como a Luz é transmitida não lhe diz respeito. Ela quer se conectar com o desejo do amigo, como a parte masculina e a parte feminina, e então a Luz passará por ela. Desta forma, ela faz seu trabalho, e o Criador faz Seu trabalho.

Afinal, quando nós geramos filhos, não pensamos no momento do acoplamento sobre mesclar as células masculinas e femininas para formar um novo organismo. Se tivéssemos pensado nisso, não teria funcionado. Estou falando sério! Você não pode imaginar que tipo de trabalho está sendo feito em um workshop! É muito mais elevado, mais sutil e mais interno do que a ação da concepção. Você vira um canal para a Luz superior através do qual a Luz transmite para o amigo. É proibido criar Luz disto!

Você precisa pensar em como alcançar uma conexão como essa. Junto com isto, seu amigo desempenha um papel relativamente passivo aqui, já que ele representa a parte feminina no que se refere à parte masculina, e você, por sua vez, representa isso em relação à outra pessoa e ela em relação a uma terceira. Isso é chamado de integração mútua, pois em cada um de nós existe uma parte masculina e feminina.

Por um lado, você imagina o amigo como um indigente. Você precisa dar-lhe tudo, mesmo que você só tenha um travesseiro sobrando. Por outro lado, você mesmo deve ser um mendigo em relação a ele, já que não receberá do Criador o que pode receber de um amigo. Só ele pode conectar você ao Criador. Portanto, em relação a esta conexão, você é o mendigo e ele é a pessoa rica e, assim é para cada um de nós. Tente se conectar com os outros nesta forma, com seus desejos, e os satisfaça. Em seguida, você verá como um espaço completamente novo é revelado a você que finalmente se tornará espiritual.

O conceito de “comunicação” não é apenas um fio e uma onda. Isto não é apenas um raio de Luz. Dentro, existe um mundo inteiro de informações e energia! Isto é o que você agora quer descobrir na conexão entre você e o amigo.

Quando você entra neste relacionamento, você sente como tudo isto passa através de você e depois disso, gradualmente se expande e cria uma frequência espiritual infinita acima da frequência do nosso mundo. Portanto, uma dimensão emocional, informativa, grande e absolutamente nova é aberta diante de você. Você deve penetrar nisto.

Da Discussão sobre Grupo e Disseminação 23/10/13

Comente