A Unificação De HaVaYaH – Elokim

Baal HaSulam, Igrot (Letras), Carta 16, “A Unificação da HaVaYaH Elokim”: HaVaYaH significa Providência privada, onde o Criador é tudo, e que Ele não precisa de moradores de casas de materiais para ajudá-lo. Elokim em Gematria é HaTeva [Natureza], onde o homem se comporta de acordo com a natureza que Ele incutiu nos sistemas do céu corpóreo e da terra, e ele mantém essas regras de como fazer o resto dos seres corpóreos. E, no entanto, ele também acredita em HaVaYaH, ou seja, na Providencia privada.

Por isso, ele os une uns com os outros, e “tornaram-se como um na sua mão”, e, assim, ele traz grande contentamento ao seu Criador, e traz iluminação a todos os mundos.

Este é o significado dos três discernimentos – mandamento, transgressão e permissão. O mandamento é o lugar de santidade, a transgressão é o lugar da Sitra Achra, e permissão não é um mandamento, nem uma transgressão. Pelo contrário, é o lugar em que lutam a santidade e a Sitra Achra.

Quando uma pessoa realiza coisas permitidas, mas não as dedica à santidade, aquele lugar inteiro cai no domínio da Sitra Achra. E quando uma pessoa se torna mais forte e se envolve em coisas permitidas para fazer unificações, tanto quanto ela pode, ela retorna a permissão ao domínio da santidade.

Este é o nosso trabalho. Este foi o objetivo da criação: criar um ser humano que vai se tornar semelhante à força superior. À medida que eles se desenvolvem, os seres criados se aproximam do estado em que eles começam a ter uma oportunidade de liberdade de escolha, cada um na sua vez. Se uma pessoa chega a este limite, além do qual ela deve obter a liberdade da vontade, então, o Criador a traz a um grupo e coloca a mão dela na boa sorte, dizendo: “Leve-a”.

Se a pessoa aceita, isto é, quer através do ambiente transformar-se na direção da força Superior, combinando suas propriedades, concordando com ela e justificando-a, ou seja, a adesão ao Criador, então ela gradualmente começa a revelar o seu mal. O mal é uma propriedade especial, a força que é revelada em uma pessoa contra a sua aproximação ao Criador. Praticamente, é expresso em rejeição, o que ela sente em relação ao meio ambiente, na relutância em se aproximar dele.

A força que age contra o Criador, chamada de “Faraó”, é revelada. Todos os vilões e pecadores descritos na Torá são, em essência, uma força, supostamente lutando contra o Criador. Mas é claro que todos esses pecadores são despertados por Ele, porque “não há outro além Dele”. De várias maneiras, todos eles repelem uma pessoa da santidade, isto é, da adesão com o Criador, da obtenção da força de doação e amor para os amigos, através do qual se chegaria ao amor pelo Criador, á semelhança de propriedades.

Os estados, que revelam a uma pessoa que a sua natureza é infinitamente afastada do Criador e oposta à doação e ao amor, são chamados transgressões. Se ela os supera, os usa para chegar mais perto do Criador, através do ambiente, estudos, e a Luz que Reforma isso é chamado de um mandamento.

A oportunidade de escolher a forma de lidar com o mal exposto, para corrigi-lo ou não, é chamada de área de livre-arbítrio. Há pessoas que atingiram o nível de desenvolvimento em que estes estados são revelados nelas: um mandamento, a transgressão, e o lugar da liberdade de escolha. Isso pode pertencer ao período de preparação, bem como diretamente ao trabalho espiritual prático.

Se uma pessoa trabalha do outro lado da fronteira do mundo espiritual (a Machsom), então, revelando o seu mal, ela sente a força, em oposição ao Criador, e começa a trabalhar com estas forças na prática. O Criador manifesta Sua gestão como absolutamente boa tanto para os pecadores quanto para os justos. Este poder do amor e doação está em oposição à pessoa, como um modelo.

Quando isto desaparece, a pessoa precisa obter este exemplo de gestão do grupo. Por vários artifícios, ela precisa, com a ajuda do grupo, tornar-se semelhante a esta gestão, que é chamada Elokim. Malchut, que atinge a propriedade de Bina, é chamada Elokim.

HaVaYaH é a Luz de Hochma, vestida na Luz de Hassadim, em Elokim. Assim, podemos alcançar a unidade de HaVaYaH -Elokim, roupas da Luz de Hochma na Luz de Bina, Hochma em Hassadim. A pessoa que levantou o seu desejo, Malchut, para o grau de Bina, a santidade, a propriedade de doação, pode obter toda a Luz de Hochma. O Criador é revelado neste vaso, que a pessoa corrigiu para a doação. Assim HaVaYaH une-se com Elokim.

Nesta única frase “a unificação de HaVaYaH – Elokim” é todo o nosso trabalho, toda a realidade e o objetivo do desenvolvimento, o fim da correção. É um milagre como a causa da criação, todo o processo de seu desenvolvimento e o resultado final se encaixam nesta curta formula cabalística.

[123883]

Da preparação para a Lição diária de Cabala, 24/12/13

Material Relacionado:
Encurtar o caminho para o Criador
Domicílio: O Grupo

Comente