A Ciência Da Unidade

Dr. Michael LaitmanRecentemente, temos trabalhado ativamente com um público amplo, indo até as pessoas com o método de educação integral para que possamos aprender um pouco sobre elas e sentir quem são essas pessoas e o que elas querem.

No entanto, não devemos esquecer que os princípios Cabalísticos são a base do método de educação integral. Apesar de explicá-los para principiantes na linguagem cotidiana comum, nós não mencionamos a psicologia interior revelada pela sabedoria da Cabalá, a essência de nossas relações internas com o outro.

Nós não falamos sobre anular o nosso desejo diante do desejo do outro, entregar-se ao grupo para entra nele, e anular o desejo de todo o grupo para se tornar semelhante ao Criador. É claro que não falamos isso para principiantes nas primeiras aulas. No entanto, mais tarde, eles vão começar a se perguntar sobre a origem dessas forças e propriedades que, de repente, eles sentem no processo de estudo: calor, atração, desejo de se elevar acima deste mundo, relutância em estar dentro da matéria. De onde vem a força da unidade?

Em primeiro lugar, nós explicamos que esta é a força da sociedade que é revelada na unidade. No entanto, nós teremos que revelar que essa é a força geral da natureza que a governa, só que está oculta de nós, e por meio de nossa unidade nós podemos revelá-la. Esta é a força do Criador governando o mundo e nos gerenciamento, e como Ele quer se aproximar e ser revelado em nós, nós sentimos que não estamos prontos para isso, e por causa disso experimentamos uma crise.

A sabedoria da Cabalá é a base da educação integral, e é por isso que uma pessoa que não estuda Cabalá não pode se tornar instrutor de educação integral. Ela não vai entender nada deste método. Nós percebemos que depois de dez ou vinte eventos, não temos nada a dizer ao público. Nós precisamos penetrar mais profundamente as coisas e explicar-lhes a psicologia interna da nossa conexão.

Então, nós começamos a falar como psicólogos se comunicando entre si em termos técnicos, não compreendidos por leigos, discutindo em detalhes todos os aspectos das nossas relações mútuas e os fenômenos internos no homem.

Portanto, nós vamos ter que ensinar ao público cada vez mais dos elementos da Cabalá. No início, não temos que usar termos especiais, mas podemos explicar as coisas apenas em palavras simples. Mais tarde, a Cabalá será revelada gradualmente, porque não temos outra linguagem para explicar a relação entre os seres humanos e entre o ser humano e o Criador além dos termos de Cabalá.

A sabedoria da Cabalá é a ciência da conexão, a revelação do Criador, a força de doação e amor. Ela deve ser a nossa maior base, de acordo com a qual vivemos e da qual deriva toda a nossa sabedoria, todas as nossas forças. Devido a isso, nós sabemos como fazer contato com o Criador por meio da unidade no grupo, através do qual tiramos força e a passamos ao público. No entanto, por causa disso, o público se conecta com a gente e, através de nós, com o Criador, e, gradualmente, as seguintes palavras serão compreendidas: “… porque todos Me conhecerão, do menor ao maior”, e, “… pois a Minha casa será chamada casa de oração para todos os povos”, isto é, para todos.

Isto significa que todos devem revelar plenamente o Criador, revelar a força de doação e amor dentro de si, dentro de seu vaso, que será equivalente a qualquer outro vaso. Na verdade, todas as pessoas, em última instância, devem se conectar com os todos os outros desejos quebrados, para corrigir a quebra e revelar um vaso completo, corrigidos, e nele, a força da doação e do amor, a força da união perfeita.

Portanto, não podemos deixar a sabedoria da Cabalá. A educação integral não pode avançar separadamente dela. Nós temos que continuar a estudá-la para fortalecer a metodologia integral pelos elementos da Cabalá, entrelaçando-os, e, assim, avançar.

Uma pessoa que está apenas começando a estudar não pode ir trabalhar com o público externo imediatamente. Ela não será capaz de levar a força espiritual até ele, porque ela ainda não tem a força interior, a conexão com o grupo a fim de alcançar a doação ao Criador. O instrutor deve tirar força da sabedoria da Cabalá e estudá-la constantemente.

Da “Convenção Virtual” Uma América 16/11/13, Lição 2

Comente