Superando O Primeiro Nível

Dr. Michael LaitmanPergunta: Nós temos trabalhado por muitos anos nas respostas diretas de Aviut (espessura) ao percebê-las como verdade, e existem as lutas entre os amigos nos grupos com relação a esta verdade, quando decisões são tomadas sobre a forma como o grupo deve avançar, a prioridade do avanço pessoal de cada um, etc.

Mas nós não examinamos e esclarecemos com isso, e não entendemos como isso é importante e até que ponto é impossível avançar em direção à meta sem esclarecer o estado; as Reshimot (genes espirituais). Assim, anos são desperdiçados no que poderíamos fazer em meses.

Resposta: Por um lado, você está certo, é claro. Por outro lado, o pensamento de que você poderia avançar em meses é irreal. Os primeiros passos levam muito tempo.

É como a evolução da natureza: depois que nosso mundo foi criado pela força do Big Bang, a natureza inanimada evoluiu por 15 bilhões de anos, a vida das plantas evoluiu por um bilhão e meio de anos, os animais evoluíram em menos de um bilhão de anos e o homem há cerca de 200-300 mil anos.

De acordo com os níveis da evolução natural, nós estamos agora no nível da evolução espiritual inanimada, e ele é o mais longo. Estas fases passam muito depressa e eu inclusive as chamaria de “temporárias”. Uma pessoa começa rapidamente a sentir e compreender, e imediatamente tudo se torna claro. Esclarecimentos, análises, diferentes estados misturados e trocas ocorrem muito rápido.

No passado, nós usávamos instrumentos de painel e hoje nós usamos computadores que contam bilhões de ações por segundo. Eu me lembro de que quando eu era um estudante nós montávamos computadores e levávamos em conta a distância entre os fios. Mesmo assim, nós percebemos que a distância entre os fios afeta a velocidade. Hoje, tudo acontece num só corpo, um bloco, o que significa que tudo se acelera.

Portanto, o papel do grupo global é superar nosso primeiro nível de consciência! É muito importante!

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá 21/07/13, Shamati #59 “Sobre o Bastão e a Serpente”

Comente