Doce Persuasão Irrompe

Dr. Michael LaitmanO problema é que uma pessoa é satisfeita com o que ganhou. Ele chega a certa condição e sente que conseguiu alguma coisa, entendeu e sentiu algo. Então ela quer desenvolver o mesmo grau: tornar-se mais inteligente nele, para entender e sentir mais. Ela começa a se expandir no mesmo estado como se “em largura”, para buscar algumas citações referentes a esse nível que já alcançou em seu coração e mente.

Ela investiga este estado e quer ficar nele. É como se ela quisesse continuar a ser um professor de escola primária, graus 1-5, trabalhando no mesmo nível o tempo todo, mas aprofundando-se cada vez mais no material e melhorando suas habilidades. Mas isso é bom ou ainda vale a pena se tornar um professor do ensino secundário, grau 6 e superior?

Se ela começa a subir, então há coisas que ela precisa estudar, entender. Assim, começam os problemas, dores de cabeça e pressão. É assim como a força egoísta (Klipa) age, o que nos permite trabalhar: “Por favor, trabalhe no estado em que você está agora. Só não vá para frente, não suba mais alto”!

A fim de subir mais alto, você precisa da força superior. Ou ela vai despertar e puxá-lo, ou você vai ser atraído ao grupo. Mas sabe-se que “Aquele que acrescenta conhecimento, acrescenta sofrimento”. É por isso que é tão difícil avançar e as forças que nos restringem são chamadas de “casca” (Klipot). A Klipa promete uma vida doce e nos persuade: “Fique comigo! Eu vou cobri-lo e você vai se sentir aquecido, confortável e calmo”. E você relaxa, contando com essas promessas, e você está acabado.

Esse é o problema. Se a Klipa tivesse mostrado sua verdadeira face, se você tivesse visto como ela para você, não lhe permitindo ganhar realização e enorme satisfação, então você teria lutado contra ela. Mas o problema todo é que ela o acalma, e numa fração de segundo lhe pega e suga satisfação de você. E isso funciona por causa de sua doçura que você sente por estar um pouco relaxado ou cochilando na sala de aula… Este é um trabalho padrão da Klipa.

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá 12/08/13, O Livro do Zohar – Introdução

Comente