As Dez Pragas Do “Egito”

Dr. Michael LaitmanPergunta: O que nós podemos fazer para evitar as dez pragas do Egito que são esperadas?

Resposta: Os dez golpes descem no “Egito”, ou seja, no nosso desejo de receber. Se nós transcendemos esse ego, não os sentimos como golpes, mas como forças que nos ajudam a nos desapegar do ego e ficar livre dele.

Há uma conexão física, emocional ou ideológica que varia de acordo com os cinco níveis da nossa existência. Quanto mais eu me separo do desejo de receber, me elevo acima dele e não me identifico com ele, mais os golpes mudam no que diz respeito a mim. Primeiro eu começo a sentir que não sou eu quem sente estes golpes, e depois eles se tornam cada vez mais externos.

No terceiro e quarto níveis de Aviut (espessura), seu sinto estes golpes em mim, no segundo nível de Aviut, eu sinto que eles são externos, e no primeiro nível de Aviut quando eu já saio do meu desejo, eu descubro que esses golpes realmente me ajudam. No nível da raiz, eu abençoo esses golpes e o fato de que eles me ajudaram a me desapegar do “Faraó” e escapar dele. Assim eu experimento os golpes de um nível para outro.

Estes níveis podem ser sentidos em todos os estados em nossa vida. Quanto mais eu estou conectado ao meu Faraó e quanto mais dependo dele, primeiro sinto que ele me trata bem durante os sete anos de saciedade, e depois me sinto mal nos sete anos de fome, e daí vêm os golpes e o êxodo.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 02/08/13, Escritos do Baal HaSulam

Comente