De Agora Em Diante O Cálculo É Somente Com Relação Ao Amor

Dr. Michael LaitmanPergunta: Como pode a criatura anular sua vergonha diante do Criador?

Resposta: Estas são as mesmas correções que realizamos nos mundos de BYA quando os elevamos à Atzilut. Atzilut (da raiz hebraica que significa “com Ele” – “ITZLO“) é o lugar do amor do Criador e os mundos de BYA são o lugar onde a criatura existe.

Todos os esclarecimentos dos resultados da quebra são apenas esclarecimentos de amor. Sem a quebra não seríamos capazes de entender esse amor. Isso se tornou possível somente porque a quebra revelou o ódio, os desejos quebrados que nos impedem de ficar junto com o Criador. Nós queremos responder mutuamente ao Seu amor na “fé acima da razão”.

Imagine que eu estou disposto a dar tudo o que tenho desde que eu possa expressar o meu amor em resposta ao seu amor. Eu não quero nenhum cálculo do tipo “toma lá da cá” entre nós: “Você é para mim e eu sou para você”, mas só o amor mútuo que está acima de qualquer ganho, que é chamado de um emparelhamento perfeito.

Esta é a razão para a propagação dos mundos de cima para baixo e para a nossa subida de baixo para cima. Na verdade, não há para cima ou para baixo nos mundos superiores. “De cima para baixo” significa a preparação mecânica de emparelhamentos aonde a Masach (tela) e a Luz de Retorno participam no Zivug de Haka’a (acoplamento de golpe). Mas de “cima para baixo” é apenas cálculos de amor e não sobre a quantidade e a qualidade da Luz, o que significa que não se trata de satisfação, mas de seus derivados, o que eu recebo além de todos os presentes.

Nosso único trabalho é o de estabelecer o sentimento de amor pelo Criador em nós. Mas nós descobrimos o oposto total do amor em todos os nossos desejos, ou seja, o ódio. Mas isso já é uma revelação do amor, já que descobrimos a sua contrariedade, o que já é uma grande conquista.

A quebra nos permite compreender o que é o amor! Uma pessoa que não tenha experimentado a quebra não sabe amar e não sabe como odiar e realmente não sente nada. A quebra nos leva a um estado muito grave; ela nos obriga a esclarecer as coisas com muita precisão no que diz respeito ao amor. Nós não medimos a temperatura, a pressão arterial, ou o peso da Luz e o tamanho do vaso; apenas medimos o amor que depende de determinadas condições ou não depende de nada.

Este é o resultado da quebra, a qual nos dá essas incríveis oportunidades. Assim, torna-se muito claro por que era necessário que a descida dos mundos fosse de cima para baixo, até este mundo.

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabalá 17/05/13, Talmud Eser Sefirot

Comente