Vida E Morte Na Perspectiva De Um Cabalista

Pergunta: Você e eu somos da mesma idade. Hoje, vemos diversas falhas na geração jovem, que era tabu em nossos tempos, como podemos encontrar o poder de amar essas pessoas? Suponha que uma pessoa ao volante atropela um menino diante dos olhos de sua mãe, ela pode amar o assassino depois?

Resposta: Não se trata de amar o assassino. Você está trazendo um exemplo extremo, mas vou tentar explicar. A mãe tem que se elevar para o nível em que ela vê o que realmente acontece: a de que nada neste mundo é feito por pessoas, mas que tudo está cumprido pelo sistema de cooperação entre todas as pessoas e uma força superior que nos leva em direção ao objetivo.

O que significa “seu filho” ? O menino que foi morto é o filho dela no nível corporal, mas no próximo nível, no nível humano, é parte de um sistema que aparece e desaparece. Quando eu descobrir todo o sistema, não verei quaisquer falhas nele, eu vejo que tudo é gerido por uma única força.

Mas neste caso eu não estou no mesmo nível em que a mãe está , onde podemos ver: “Deus me livre, como o seu filho foi morto”. Eu sinto tudo isso de forma diferente. Eu não sou mais a mãe, e ele não é o filho, estamos todos ligados e eu já entendi que a vida e a morte são vistas de uma maneira totalmente diferente. É uma mudança infinita de estados. Qual é a diferença entre sentir-nos em nosso corpo e sentindo-nos fora do corpo? Estes são os diferentes níveis de percepção. Aprendemos tudo isso na percepção da realidade .

Portanto, não há resposta para a sua pergunta da forma de você perguntou. É impossível explicar a uma mãe que está no nível corporal de seu desenvolvimento o que aconteceu com seu filho. Mas uma pessoa que alcança a espiritualidade certamente percebe tudo de maneira diferente.

Eu também vi isso com meu professor . Vários meses depois que eu vim estudar com ele, a mãe de um de seus alunos morreu. De acordo com o costume judaico os parentes da  falecida sentariam  “Shiva” em casa e chorariam. Eu fui expressar as minhas condolências e o que você acha que eu vi lá? Eles estavam tendo uma conversa como se nada tivesse acontecido. Eu fiquei chocado. Isso realmente me afetou na época.

Isso significa que eu comecei a perceber que as pessoas vêem a vida e a morte de uma maneira totalmente diferente, não é uma tragédia para elas, nem a perda de vidas.Quando você começa a sentir toda a rede de forças, você vê que nada desaparece, e ninguém vai a lugar algum, mas simplesmente desaparece da sua percepção e não mais que isso. Mas é difícil explicar isso no momento. Temos que avançar em direção a revelação e depois uma pessoa vai descobrir a resposta a todas as questões por si mesma.

[109887] Da 1 ª Preparação para a Convenção em Krasnoyarsk, 13/6/13

Material Relacionado:
Um Vaso Para A Alma
Quando A Cortina Cai
Sobre Morte E Eternidade

Comente