Nova Terminologia Para o Que É Importante

Devemos entender que não há diferença entre a sabedoria da Cabala e a educação integral. É simplesmente a mesma idéia transmitida em palavras diferentes. De acordo com os artigos do Baal HaSulam, o método baseia-se no reconhecimento da importância da meta, em sair do ego, em ascender acima de nós mesmos, na unidade na qual descobrimos o Criador, a força superior, a força integral da natureza. Todas as condições sobre as quais nós falamos e lemos são verdadeiras e também podem ser implementadas na educação integral. Mas lá não usamos termos como “Criador”, “ser criado”, “Luz Circundante”, “Sefirot”, “Parztufim”, etc..

No seu conjunto, descrevemos as mesmas condições e os mesmos processos utilizando uma linguagem comum. Dizemos que a força da unidade integral aparece gradualmente na unidade e na adesão entre nós, ou como se diz hoje “a sabedoria da multidão”. Este é o Criador, esta é a Luz. Isso não acontece de uma só vez, mas gradualmente até atingirmos o nível verdadeiro, mas no geral é a mesma coisa.

Na verdade, quando usamos a terminologia de educação integral, você começa a entender melhor os termos Cabalísticos, o seu significado oculto. Afinal, estamos acostumados a certas palavras- mas o que se esconde por trás delas? Qual é a sua carga? Qual é a mensagem? Nós não sentimos exatamente isso.

Então, quando nos aproximamos de educação integral, começamos a sentir realmente o que o método Cabalístico, como ele une as pessoas e convoca neles, no trecho entre eles, a revelação da rede de forças das altruístas conexões mútuas. É lá que o próximo nível da natureza será revelado, o nível humano verdadeiro, ou o do Criador.

Portanto, não estamos fugindo da sabedoria da Cabala, mas simplesmente expressando-a em palavras diferentes. A propósito, um método semelhante também foi usado nos primeiros passos desta ciência. Nós já sabemos que existem quatro línguas para descrever o estado superior integral espiritual:

  • O idioma da Torá, que é a linguagem mais simples, por que tudo parece ser descrito como uma estória “histórica”
  • ​​A linguagem do Midrash
  • A linguagem do Hagadá
  • A linguagem da Cabala

A linguagem da Cabala é a mais precisa; é uma linguagem técnica que utiliza somente terminologia precisa: forças opostas, que operam mutuamente por repulsão e atração, chegando mais perto e mais longe. Na verdade, é o esclarecimento de vetores como em matemática: A cooperação entre duas forças opostas pela conexão que alcançarem entre elas. Esta conexão é chamada de Masach (tela).

Assim, todo o sistema é muito simples. A força de doação é apresentada como descendente de cima para baixo, e se a força de receber pode mudar a si mesma e trabalhar com a Masach, então se torna semelhante e igual à força de doação. Ligam-se, e no topo da ligação entre elas, existe uma sensação do estado superior.

Somos a força do desejo. Nada foi criado, mas um desejo. Existe a Luz, a força de doação, e existe um desejo, a força de recepção. Nós podemos fazer a nossa força de vontade se assemelhar a força de doação. Então essas duas forças não se contradizem, mas se conectam mutuamente, e, neste contexto, vamos descobrir a nós mesmos no estado da força superior.

Assim, a revelação do Criador, a revelação da força superior, tem lugar dentro de nós. Nós realmente tornamo-nos o Criador. Então o Criador é chamado Bo-re (venha e veja), o que significa que você descobriu-o dentro de você. Você altera seus atributos pessoais e, em seguida, esses atributos corrigidos tornam-se a revelação do Criador dentro de você.

Claro, é uma léxica diferente, mas todo o resto é exatamente a mesma coisa, nada de novo foi inventado e não há mais nada aqui. É a mesma ciência que se expressa não só nestas quatro línguas, mas de forma atualizada, usando a terminologia do sistema social moderno.

[109840]

Da 1ª Preparação para a Convenção em Krasnoyarsk , 13/6/13

Material Relacionado:
O Mesmo Método, Mas Uma Abordagem Diferente
A Relação Entre A Linguagem Da Cabalá E A Linguagem Da Educação Integral
Nós Devemos Tomar A Iniciativa

Comente