A Primeira Célula De Uma Nova Vida

A natureza fez um cão instintivamente ligado ao seu dono. Ele sente que sua vida depende do proprietário, e por isso anula-se diante dele. Nós, também, devemos anular a nós mesmos, não por instinto, mas por nosso próprio livre arbítrio, fazendo nossa própria decisão, trabalhando contra o nosso ego que não existe nos animais, a fim de alcançar a mesma lealdade correta e auto-anulação, sem quaisquer condições prévias, só porque o superior é minha fonte de vida.

Devemos aprender com a natureza, mas aí acontece por si mesmo, enquanto que nós temos de trabalhar duro. Há tais estados tão difíceis que nós simplesmente não podemos aceitá-los, e que nos confundem e tentamos apagá-los.

Esta “lealdade do cão” não é muito diferente da forma como a pessoa se deve submeter perante o grupo e é muito menos do que a lealdade que devemos sentir em relação ao Criador. Todo nosso trabalho é destinado a isso, para estabilizar os vasos necessários em nós através dos quais podemos contactar o Criador. Precisamos deles então teremos algo com o qual caminhar para Ele.

Isso é tudo o que nos foi dado para nossa preparação: um professor, um grupo, o mundo, o estudo, a disseminação, tudo o que podemos pensar, e é tudo para criar a primeira célula em que você adere ao Criador. É como um cone. Você pode executar várias ações abaixo, e você só atinge um ponto de adesão com o Criador quando você realmente entra no útero com a gota de sêmen.

De acordo com a escada espiritual se você executar uma grande quantidade de ações abaixo, biliões de ações que, eventualmente, se transformam em uma ação no topo da escada, e nesta ação única você entra em contato com o Criador. Você transforma grande número de ações em uma pequena ação qualitativa respeitante ao Criador.

Esta é a única coisa que nos permite chegar até Ele. Veja quantas ações uma criança pequena faz até que ele consiga executar uma ação racional. Veja como ele trabalha duro a andar à volta até que finalmente consegue fazer algo significativo onde a mente, o sentimento, e o movimento se tornam um todo.

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá 20/05/13 , O Zohar

Comente