Roupas Para O Recém-Nascido No Mundo Espiritual

Dr. Michael LaitmanO Livro do Zohar – Introdução: “A Mãe Empresta Suas Roupas para Sua Filha”. A Mãe é Bina ou YESHSUT. Sua filha é Malchut. Malchut é o desejo de desfrutar, que não existe em Bina. Malchut só pode estar associada à Keter se recebe de Bina a tela e a Luz Refletida. Isso é chamado de “roupas”, a peça principal, a vestimenta de HASSADIM.

Esta é o princípio fundamental da sabedoria da Cabalá: como obter toda a abundância que o Criador quer tanto nos dar.

Todo o mundo espiritual é o sistema de relações entre os Partzufim superiores, de Malchut a Arich Anpin. Malchut do mundo de Atzilut é o contato com este mundo. Arich Anpin é a correção final (Gmar Tikkun). Assim, nós estamos nos movendo o tempo todo entre esses estados.

Malchut, situando-se no ponto do Parsa, deve mudar todas as suas vestimentas quando está localizada abaixo do Parsa, deixando apenas um ponto de si mesma, e, em vez disso, receber todas as vestimentas acima do Parsa. Isso se chama que ela avança pela fé acima da razão, a lealdade da alma, e nenhuma veste anterior permanece com ela – nenhuma mente, nenhum sentimento, nenhuma prova, nenhuma abordagem, nada do que lhe pertence abaixo do Parsa, nada do que é pessoalmente seu. Não existe “meu!”. Existe apenas um ponto que permanece incolor e sem forma. E tudo que eu recebo, eu recebo do que está acima do Parsa, e isso se torna o meu “eu”, a minha realidade.

Esta é a transição para o mundo espiritual: substituir tudo que existe sob o Parsa por tudo que existe acima dele. Nada do passado é deixado na pessoa – nenhuma memória, nenhuma prova, nenhuma razão, nem sentimentos.

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá 20/05/13, O Livro do Zohar – Introdução

Comente