Integralidade: Novos Horizontes

Dr. Michael LaitmanPergunta: Será que as pessoas têm que ser especialistas para resolver um determinado problema durante um debate integral ou elas podem chegar a uma solução quando estão conectadas corretamente, cumprindo esta integralidade?

Resposta: Para dizer a verdade, eu não acho que exista qualquer problema, exceto compreender a natureza integral. Quando uma pessoa começa a olhar para o mundo a partir de um novo nível, tudo se torna transparente, simples e claro. Ela vê todos os problemas, uma vez que eles surgem como resultado da falta de conexão entre dois sistemas: o integral e o linear. Como resultado, ela vem com várias soluções interessantes que não existiam antes, mesmo técnicas e científicas.

Eu tenho certeza que a humanidade vai se beneficiar muito com isso, uma vez que começaremos a sentir a natureza íntima das coisas. É porque nós sempre estudamos a natureza não como ela é, mas a partir da nossa perspectiva egoísta e, portanto, ela estava numa gama muito limitada de frequências. Mas quando nós saímos dos limites do nosso corpo, do nosso ego, nós sentimos a natureza fora de nós, ou seja, como ela realmente é, e não como nós a percebemos. Assim, oportunidades totalmente novas se abrem para nós. Portanto, o nível integral é uma nova ciência, uma nova tecnologia, e horizontes totalmente novos.

Hoje nos deparamos com grandes dificuldades no trabalho, como a superação de distâncias, a transmissão de energia e informação, e tentamos espremer tudo isso em fibras e cabos para transferi-lo à distância. Quanto combustível  nós precisamos queimar para receber um mínimo fator de eficiência? Quando nós olhamos para a natureza na forma integral, geral, vemos que ela tem uma solução completa: a natureza não tem excedentes, nunca há uma parte redundante de sobra, que desaparece em algum lugar. Não existe tal coisa! Assim, soluções maravilhosas surgem na sociedade integral. Mas nós só podemos resolver e cumprir tudo de forma integral.

De KabTV “A Sabedoria das Massas” 06/05/13

Comente