A Estreita Ponte Entre Os Mundos

Dr. Michael LaitmanNão existe estado superior à autoanulação, à anulação do ego, de todos os nossos pensamentos e desejos íntimos, de nossa atitude anterior, de todos os nossos planos, objetivos e expectativas. É uma anulação total do meu “eu”, como se eu nunca tivesse existido, não existisse agora, e não existirei no futuro.

Tudo que há em mim, mesmo a centelha, a gota da qual tenho que nascer, também pertence ao superior e não a mim, uma vez que vem Dele. Eu tenho que me anular de tal forma que essa gota, da qual eu agora começo a me desenvolver, também vai ser uma gota da Luz que não pertence a mim. É difícil de imaginar, mas, na verdade, entrando espiritualidade é que a pessoa se neutraliza totalmente. Então a única coisa que vai de baixo para cima é a centelha que ela também não atribui a si mesma.

Por isso, o trabalho de autoanulação é obrigatório aqui. Após a Machsom (barreira), nós já começamos a trabalhar com o desejo de receber de forma diferente da que fazíamos abaixo da Machsom, durante o tempo de preparação. Assim, a pessoa começa a crescer no mundo espiritual, e ela cresce de um momento para o outro ao se anular cada vez mais. Acima dessa anulação ela trabalha com o seu desejo para o bem dos outros, o que é mais exaltado do que simples autoanulação. Aqui ela exige adesão completa com o outro e a capacidade de cuidar dele como resultado do amor construído acima do ódio.

É o primeiro estado espiritual no qual transcendemos de um mundo para outro. É a total autoanulação feita pela Luz que Reforma.

Da 2ª parte da Lição Diária de Cabalá 22/04/13, O Zohar

Comente