Devemos Aprender A Ser Um Pilar De Ferro

Dr. Michael LaitmanBaal HaSulam, “Carta 34”: Mesmo aqueles que foram premiados com o perdão por seus pecados, que se transformam em direitos, no qual verifica-se que não há nenhuma falha, ainda precisarão de mais poder para permanecer no Palácio do Rei, o que significa ficar, orar e esperar, sem se cansar… até que adquiram um desejo completo do Criador.

Portanto, nós temos que aprender esta arte antes de entramos no Palácio do Rei, que significa que o palácio da força e do poder, e permanecer como um pilar de ferro…

Pergunta: Por que o Baal HaSulam diz que a pessoa deve permanecer como um pilar de ferro, se sabemos que, ao contrário, devemos alcançar um estado em que nos desesperamos com nossos próprios poderes?

Resposta: Se a pessoa se desespera com seus próprios poderes, isso não significa que ela se torna fraca. Ela não chora de fraqueza, mas sim está alegre como um herói por ter subido acima de rodos seus poderes egoístas (“cascas”) que costumavam confundi-la e atraí-la em diferentes direções. Afinal, ela está agora na frente do Criador, pedindo ajuda!

Portanto, por que parece que ela deve chegar à exaustão total? Ela entende que não pode entrar no mundo espiritual por seus próprios poderes, já que é uma natureza totalmente diferente. No entanto, ela sabe que foi ajudada desde Cima a cada passo do caminho, e, assim, chegou ao mundo espiritual, e está realmente na sua entrada.

Ela tem certeza de que, com a ajuda do Criador, que lhe deu o poder para superar as forças egoístas (Klipot – cascas), ela agora é totalmente livre.

Se ela não tem o poder de dar um passo para o mundo espiritual, isso não significa que ela é fraca; é apenas a compreensão do fato. Mas o fato de que toda vez que ela tentou avançar com a ajuda do Criador significa que é um herói. Um herói não é alguém que tolamente luta usando seus próprios poderes.

Superação é uma guerra contra mim mesmo, contra o meu desejo de fazer tudo por mim, determinar tudo por mim, como se houvesse outras forças além do Criador. É a maior loucura pensar que devemos vencer por nós mesmos. Então, a pessoa se sente feliz, que lutou e venceu essa guerra.

Ela ganhou não por causa de seus próprios poderes. A razão por que ela queria começar esta guerra não veio dela, e o pedido de ajuda do Criador e a situação que foi criada depois também não é em seu crédito.

Portanto, por que ela é chamada de herói? Porque passou por todas as etapas ao longo do caminho e, graças a elas, aderiu-se ao único Superior. Isso é o que significa ganhar esta guerra. Ser um herói é descobrir que “não há ninguém mais além dele,” apesar de todos os distúrbios.

Portanto, depende do que chamamos de “fraqueza”. A pessoa claramente não tem poderes para lutar contra si mesma, mas alcança que não tem poderes e que tudo é feito com a ajuda do Criador que lhe deu os poderes com o qual a pessoa se constrói à imagem de Adam (ser humano), que se assemelha (Domeh) ao Criador.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 05/02/13, Escritos de Baal HaSulam

Comente