O Reflexo Dividido Da Unidade

Baal HaSulam, “600.000 Almas”: Diz-se que há 600 mil almas, e cada alma se divide em várias faíscas. Devemos entender como é possível que o espiritual se divida, já que inicialmente, apenas uma alma foi criada, a alma de Adão HaRishon.

O mundo espiritual é como uma imagem holográfica em que cada parte inclui todo o quadro, mas de uma forma minimizada. É como olhar para alguém de uma distância grande, essa é a diferença entre a parte e o todo.

Isso significa que, embora a alma geral parece ser dividida em muitas almas, em muitas pessoas, é uma e existe em todos, mas em diferentes “dimensões”.

A questão é: porque as diferentes dimensões criaram tais perceções diferentes para pessoas diferentes.

Na verdade, você e eu somos a mesma pessoa. Estamos simplesmente olhar para uma alma de diferentes distâncias. O retrato espiritual não está realmente dividido, só parece mais perto ou mais longe de nós.

Se, por exemplo, eu vejo o mundo de Assiya, eu realmente vejo o mundo de Ein Sof (Infinito), mas nas dimensões do mundo de Assiya. A diferença é apenas até que ponto eu posso discernir o mundo de Ein Sof em meus vasos, em meus desejos atuais.

Assim, se há apenas sete bilhões de pessoas que vivem no mundo, é porque é assim que a alma geral está dividida aos nossos olhos hoje. Em cada uma delas há uma centelha dessa alma, mas ela mesma é uma. As faíscas são escondidas até que o momento venha. Elas estão imersas no nosso ego e são mais como pontos pretos. Elas são a parte posterior da alma, o seu embrião que está “vestido” no desejo de receber que acorda um dia.

Hoje, cerca de um milhão de pessoas no mundo estão ligados a esse despertar de uma forma ou de outra. Nas gerações anteriores, por vezes, apenas alguns se uniram. Esta é a estrutura da realidade e é assim que deve ser. Todo mundo retorna ao círculo geral de acordo com a raiz de sua alma individual até que nos unamos para apagar todas as diferenças entre nós.

Afinal, em um corpo inteiro todas as células são igualmente importantes, assim como uma estrutura indivisível holográfica. Cada parte é igual ao todo, uma vez que sem ela o todo desaparecerá.

Mas, no caminho para o fim da correção tudo é construído na forma de uma pirâmide, todo mundo segue o “pastor”, este é a ordem da correção das almas. Essa é também a forma como foi com o povo judeu, quando estavam nos níveis espirituais: Havia um rei, havia o grande sacerdote, havia o Sinédrio …

Hoje é um pouco diferente: Nossos fluxos de doação para a rede geral de conexões que está espalhada em uma só alma e acelera o desenvolvimento do mundo, sem o conhecimento para o tempo que ai vem. Mais tarde, assim que os novos problemas e aflições aparecem, quando a confusão aumenta, as pessoas vão procurar e entender que não está no poder da religião, nem no poder da política a solução para ajudá-los.

A humanidade terá de enfrentar a ameaça de uma aniquilação geral global e gritar por socorro. Então as pessoas vão ouvir a mensagem dos Cabalistas. Mas estes serão situações muito difíceis e temos que estar prontos para eles. Afinal, podemos suavizar esses momentos, de modo que eles vão aparecer por apenas um momento, como a abertura do Mar Vermelho, e será resolvido imediatamente.

Da 1ª parte da Lição Diária da Cabala 07/01/13, “600.000 Almas”

Comente