Está Em Nosso Poder Despertar O Amanhecer

Dr. Michael LaitmanPergunta: A conexão entre as mulheres na Convenção nos permitiu ver quão grande são os nossos homens e que eles estão prontos para receber a Luz no deserto. Como podemos manter esta imagem dentro de nós?

Resposta: É uma maravilha, mas graças ao fato de que as mulheres se conectaram, elas sentiram como é especial o trabalho que os homens fazem. Antes elas não sentiam isso. Isso se chama “de Suas ações Lhe conheceremos”: ao realizar a mesma ação, as mulheres compreendem o estado dos homens. Agora as mulheres entendem como os homens se conectam, se abraçam, e como alcançam a conexão através de ações coletivas.

Antes as mulheres não sentiam isso, já que não estavam juntas; elas não eram um vaso, um desejo, não sentiam nenhuma vantagem nisso ou qualquer atração ou inclinação em se conectar. Mas agora elas começam a sentir esse estado. É um exemplo para todos nós que precisamos “fazer e ouvir”; é assim que funciona.

Desta forma, as mulheres poderiam ver como os homens são grandes. Mesmo que essa imagem desapareça de imediato, não devemos ter medo de uma descida, mas sim aceitá-la como uma subida. Quando o “endurecimento do coração” chegar, vamos superá-lo o mais rápido possível. Quanto mais subidas e descidas houver, mais obstinadamente vamos nos agarrar, graças ao apoio mútuo.

Não devemos ter medo; pelo contrário, devemos estar felizes: deixem as descidas vir; vamos aceitá-las como subidas! Nós só devemos nos agarrar e chegar rapidamente à linha de chegada. No entanto, aqueles que param e não querem descer ficam presos num só lugar. Não devemos ter medo dos sentimentos desagradáveis, mas sim superá-los.

Somos nós que dependemos dos nossos sentimentos? Se no dia seguinte tudo o que aconteceu durante a Convenção desaparece, este é o lugar para trabalhar, para tentar se manter neste estado, como se não tivéssemos deixado o salão da Convenção.

O “endurecimento do coração” que sentimos agora nos é dado para que possamos evocar esta importância da meta dentro de nós por nós mesmos. Mas eu posso fazer isso? Claro que não! É por isso que nos foi dado um grupo, um ambiente que já construímos. De acordo com o poder do ambiente que já foi construído, eu recebo agora uma descida. A descida é um sinal de que tenho que me conectar ao grupo ainda mais forte.

Como eu posso me conectar se a conexão terminou e esta oportunidade especial acabou? Nós temos que tentar manter a conexão tão forte quanto pudermos, mesmo em conjunto com outras pessoas, duas ou três outras mulheres por quem posso ficar impressionado é suficiente. Na verdade, se uma pessoa se conecta com alguém fora de si, não importa quantas pessoas existam: um milhão, um bilhão, ou apenas uma. O principal é que é outra pessoa, alguém de fora. Portanto, o principal para mim é encontrar uma conexão tão rapidamente quanto possível e não perdê-la.

A descida é um estado em que estou separado do ambiente; caso contrário, não é uma descida, mas simplesmente um mau humor egoísta que não tem nada a ver com a espiritualidade. Uma descida espiritual é só quando a pessoa está separada e afastada do ambiente certo.

Se nós entendemos isso, começamos a ver que todas as subidas e descidas são apenas em relação ao ambiente. A descida é quando eu estou sendo afastado do ambiente, e que o ego vem entre o ambiente e eu. Eu, por outro lado, tenho que superar este ego e, apesar dele, retornar para me aderir novamente ao ambiente.

Então o ego é inserido entre nós de novo, e eu sou afastado ainda mais do ambiente e constantemente supero essa resistência e retorno, como um pistão em um motor. Eu sempre volto à adesão acima do novo ego que é evocado cada vez, e assim termino meu trabalho rapidamente, preencho a medida do meu esforço, o esforço necessário para me manter na adesão com o grupo.

Se a pessoa completa este trabalho ficando na adesão, a adesão com o Criador é revelada a ela, o primeiro nível espiritual. Portanto, não devemos ter medo das descidas, mas devemos estar preparados para elas. Nós “devemos despertar o amanhecer” por nós mesmos e não esperar que o amanhecer nos desperte.

Diferentes estados surgirão: “Haja noite e haja manhã”. A noite já chegou, enquanto nós podemos despertar o amanhecer por nós mesmos!

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 15/01/13, Escritos do Rabash

Comente