“A União Européia É A Vítima Da Crise, E Não A Causa Da Crise”

Dr. Michael LaitmanOpinião (José Barroso, Presidente da Comissão Europeia): “‘Essa crise não foi criada pela União Europeia. Esta crise foi criada pela dívida pública insustentável criada pelos governos nacionais e pelo comportamento financeiro irresponsável tolerado pelos supervisores nacionais’, diz ele. ‘A União Europeia é vítima da crise, não a causa da crise. Nós não somos o problema. Nós somos parte da solução’”…

“‘Às vezes no debate isso é apresentado como uma crise do euro, o que não é. A realidade é que os países que não estão no euro são alguns dos mais afetados’, diz ele. ‘Por exemplo, o país que mais mobilizou dinheiro dos contribuintes para apoiar os bancos foi a Grã-Bretanha, e não um país da área do euro. Não vamos esquecer o caso da Islândia’”.

“‘Austeridade, ele argumenta, também tem sido erroneamente caracterizada como uma política europeia’”.

“‘Algumas pessoas tentam vincular a política de rigor das finanças públicas ao euro. Isso é um mito. A Grã-Bretanha está tendo o orçamento mais restrito desde a segunda Guerra Mundial e não é membro do euro. É verdade que a estabilidade financeira na área do euro, por causa das diferenças entre os 17 países, coloca desafios específicos e isso é o que estamos tentando resolver’”.

Meu comentário: Sem entrar em discussão com Barroso, nós podemos dizer que existem leis objetivas da natureza. Conforme a semelhança com elas, nós ganhamos, e conforme a nossa diferença com elas, nós perdemos. Quanto mais nos desenvolvemos, mais sentimos a recompensa ou a punição conforme a nossa semelhança com a Natureza. Desculpas não vão nos ajudar. É possível se esconder temporariamente das críticas, mas a Rússia está pagando por seu passado “socialista”, e a Europa terá que pagar por um longo tempo pela sua unificação criada incorretamente.

Comente