Santa Inveja

Dr. Michael LaitmanPergunta: O que eu devo fazer se não invejo os amigos?

Resposta: Se você não inveja os amigos, significa que você sente que é melhor e maior do que eles, ou que você não presta nenhuma atenção neles, como se eles não existissem e você não se comparasse com eles. Você tem o seu próprio Criador, o seu próprio caminho, e você vem para o grupo como um ouvinte livre que vem para ouvir uma palestra.

Acontece que você realiza uma abordagem errada, já que não entende que o mundo espiritual só pode ser revelado através da conexão com os amigos. O mundo espiritual é a doação absoluta, e é revelado somente em doação. O Criador é a força de doação, e Ele só pode ser revelado de acordo com a equivalência de forma com a força de doação que a pessoa desenvolve internamente com o ambiente. Mas se você não trabalhar com o ambiente, não há como você avançar.

Quanto mais você trabalha com o ambiente, mais você sente que seus amigos são maiores do que você. Simplesmente não pode ser de outra maneira, uma vez que você começa a ver o grupo como um todo. Você sente que, através dos amigos, você recebe a Luz, e você vê que eles já estão corrigidos, que transcenderam a Machsom (barreira), e que você fica sozinho aqui embaixo.

Mas se você não sente que os amigos avançaram muito mais do que você, então esta não é a abordagem correta para correção. Se você não inveja todos ao seu redor, vendo que eles entendem e sentem mais do que você, é um sinal de que você não está no caminho certo.

Essa inveja se destina a estimular e empurrar a pessoa como resultado de sua atitude certa em relação ao grupo. Deus não permita que ela queira vê-los como inferior a ela. Quando ela vê que eles são superiores a ela, ela quer se aderir a eles, para estar em contato com eles. Seu ego a empurra para se conectar com eles, como uma criança que é impressionada pelos adultos pedindo-lhes: “Levem-me com vocês! Ajudem-me a ser como vocês!”.

Com isso, ela se volta ao Criador, já que descobre que o Criador existe dentro dos amigos, mais do que nela. É uma revelação muito concreta e qualitativa, como se diz: “Eu aprendi com todos os meus alunos”. Você vê que se você se incorporar no grupo e se anular, lá você vai encontrar o seu estado espiritual. Se você não sente isso, é um mau sinal no trabalho.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 23/12/12, “Introdução ao Estudo das Dez Sefirot

Comente