A Verdadeira Redenção É Atingida Através Do Exílio

Dr. Michael LaitmanExistem dois tipos básicos de estados internos: exílio e redenção. Na verdade, ambos pertencem à espiritualidade, pois você não pode sentir que está no exílio se não sentir um eco, um reflexo da redenção, ou seja, se não sentir a redenção de alguma forma.

As crianças que nasciam na prisão ou nos campos de trabalho forçado na Sibéria, às vezes viviam lá por anos, incapazes de sair, e aquele era todo o seu mundo, todo o planeta. Sim, elas eram informadas sobre alguma outra vida, mas viviam e eram criadas sob as condições dos campos, incapazes de ver qualquer outra coisa.

Nós aprendemos tudo a partir do seu oposto; não são apenas algumas diferenças, mas para ver uma imagem completa tem que ser diametralmente oposto. Se eu quero alcançar o amor, por exemplo, eu tenho que alcançar o ódio, e quanto mais ódio, mais posso sentir um amor maior, até chegar ao estado de “o amor cobre todos os pecados”, e este se torna um amor absoluto.

É o mesmo com a redenção e o exílio:

• É possível alcançar a redenção sem sair do exílio?

• É possível reconhecer o exílio sem ser atraído para a redenção?

Todos esses estados se alternam de diferentes maneiras e estilos, permitindo que a pessoa descubra exatamente todos os discernimentos no exílio em comparação com todos os discernimentos na redenção. Apenas quando estas duas imagens são colocadas uma em frente à outra é que um grande vaso vazio é revelado, um desejo ardente, e também um grande preenchimento, que não apaga o fogo no vaso. Isto porque na espiritualidade a pessoa trabalha para doar, o que significa que ela só preenche seu vaso para se aderir ao Criador.

Assim, em nosso mundo, nós também passamos por diferentes estados corporais, como uma réplica dos estados espirituais. Aqui também há exílio e redenção, mas cada um entende esses conceitos de forma diferente, independentemente do Criador e das subidas espirituais, e, às vezes independentemente da nação, do país, ou de determinado lugar.

Por outro lado, pode muito bem ser que a “redenção” para nós seja a conexão, na qual descobrimos uma vida boa e feliz num nível corporal, independentemente da espiritualidade. Nesse caso, nós chamamos o ódio e os problemas diários de “exílio”. Uma abordagem semelhante, sem quaisquer explicações sobre raízes espirituais, também é legítima quando nos dirigimos às pessoas.

Da 4ª parte da Lição Diária de Cabalá 28/11/12, “Exílio e Redenção”

Comente