Sobre o Benefício e os Danos de “Boas Intenções”

Pergunta: Há um novo fenômeno mundial, uma espécie de “banco do tempo”. Eles recebem investimentos não em dinheiro, mas em horas de trabalho. Por exemplo, alguém investe em horas de jardinagem e outros doam uma hora de ensino de matemática e assim por diante. Pode ser que a humanidade tenha identificado o problema da desigualdade, quando habilidades de uma pessoa determinam o seu bem-estar?

Resposta: Eu não acho que este é o caminho a seguir. Como a habitual falta de entendimento leva a distorções.

Um professor pode fazer coisas que são mil vezes maior do que um encanador, por exemplo, e um milhão de vezes mais do que um simples trabalhador. Ele pode construir um instrumento, por exemplo, ou inventar algo que milhões de pessoas podem usar.

Em termos espirituais em todos os níveis há um estado de Hafetz Hessed, mas estes estados são diferentes e cada um está em um nível diferente. Você constrói a doação acima do seu desejo de receber e alguém acima do seu desejo de receber. Então você não é igual.

Pessoas que trocam serviços de acordo com esta fórmula anulam competição e ignoram o desejo de receber, e ainda, sem isso é impossível de existir. Parece que todo mundo é generoso e tudo é dividido igualmente. Mas a história mostra que todas as tentativas de criar igualdade artificial levam ao colapso e à concorrência ainda maior. Então, essas idéias não terão sucesso no longo prazo.

O verdadeiro avanço é em três linhas, não em uma. É uma grande sabedoria, que só pode ser recebida do Alto com a ajuda da Luz que Corrige. Não é simples. A linha do meio não pode ser transmitida a partir de um para o outro. Ela precisa de alguém que entenda como controlá-la do Alto. Você se conecta a Ele e aprende com Ele e alcança sua abordagem só então você vai ser capaz de agir por conta própria.

Eventualmente, ninguém vai entender porque o “banco de horas”, de repente, irá à falência. As pessoas vão verificar-se e buscar razões e, em seguida, virão até nós e pedirão ajuda. Elas vão entender que há uma “patente” especial aqui, embora não saibam bem o que é ainda. “Você tem algo que realmente funciona”, elas dirão. “Então nos leve a isso!”

Existem muito poucas iniciativas tais que as pessoas têm que passar. Caso contrário, a humanidade não vai se sentir impotente e não gritará a partir do nível em que é-como o clamor dos filhos de Israel no Egito.

Então, a humanidade vai perceber que a solução que oferecemos provém do Criador. Eles virão para nós, porque nós temos uma conexão com a raiz espiritual que é extraída através da sabedoria da Cabalá. Isso é o que vai atraí-los. Hoje eles são repelidos disso e amanhã eles serão atraídos por causa do desespero, de um ponto de ruptura interna, quando eles tentam chegar a doação do seu jeito e falham.

[91183]

Da 4 ª parte da Lição Diária de Cabala 24/10/12 , “Matan Torá (A Entrega da Torá)”

 

Comente