O Grupo É A Minha Casa No Mundo Do Infinito

Dr. Michael LaitmanPergunta: O que é um grupo?

Resposta: O grupo é o vaso, a parte de Malchut do mundo do Infinito que é revelada à pessoa agora como um lugar onde ela possa começar a sua conexão com todas as almas.

Estas são as almas individuais que estão mais próximas a ela. E quando ela revela essa conexão, ela vai ver que tudo pertence a um vaso, uma alma.

Enquanto isso, apenas essa parte é revelada a ela, de modo que seja mais fácil para ela participar. Ela nem precisa se conectar com todo o grupo, ela pode escolher algumas pessoas com quem se sente mais perto.

Nós agimos sob o controle de genes informativos, Reshimot. De acordo com o tipo de Reshimot que são reveladas em nós, nós olhamos para as pessoas ao nosso redor e vemos quem corresponde a nós e quem não corresponde.

Nós pensamos que isso é determinado pelos genes e hormônios físicos, mas na verdade, tudo depende das nossas Reshimot internas. Mesmo inconscientemente, nós damos grande importância a cada detalhe, escolhendo pela forma, cheiro e comportamento de quem nos corresponde mais ou menos.

Parece-nos que escolhemos simplesmente por qualidades externas, mas não, as nossas Reshimot internas falam em nós. Normalmente, nós procuramos “complementares”, qualidades que nos completam. Isso acontece em tudo, do amor ordinário terreno, amigos, assim como num grupo Cabalístico onde Reshimot mais profundas e mais ricas são reveladas. No entanto, o mesmo princípio atua em todos os lugares.

Assim, nós chegamos ao grupo. Mas quando tentamos nos conectar nele, surge um problema, porque estas Reshimot estão quebradas. Nós não podemos simplesmente nos conectar sob estas Reshimot, completando um ao outro. A falta de acordo entre nós começa a emergir. Por um lado, eu gosto dessas pessoas e as compreendo. Por outro lado, algo interfere e nos divide. Nós precisamos trabalhar acima desses distúrbios.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 21/10/12, Escritos do Rabash

Comente