O Bem-Estar Do Mundo É Um Imperativo De Nosso Tempo

Dr. Michael LaitmanPergunta: Hoje, está muito claro que uma pessoa depende e é escravizada ao seu ambiente. Mas como nós podemos concluir, a partir desse fato, que devemos agir para o bem-estar da sociedade?

Resposta: Se a pessoa não servir ao mundo, o mundo não vai fornecer-lhe o que ela precisa. Na verdade, o que eu preciso hoje depende de todo o mundo. Eu não tenho nada se o mundo não der para mim, ou seja, se o mundo inteiro não estiver mutuamente conectado. Isso significa que eu preciso me preocupar que o mundo inteiro esteja conectado e coopere em harmonia. Só então é que ele vai ser capaz de me proporcionar o que eu preciso.

Em alguma parte do mundo, pessoas estão escavando ferro, em outro lugar cobre, em outro petróleo, e em outro gás. Fábricas fornecem os bens e navios os transportam; cientistas desenvolvem novas tecnologias e, por fim, o produto final me atinge. No passado, nós não estávamos realmente preocupados com isso. Havia suficiente ego “local” do dono da fábrica ou do proprietário do poço de petróleo, mas hoje não funciona mais assim. Em breve nós ficaremos surpresos ao ver como os principais mecanismos de produção não funcionam. Por quê? O proprietário do poço de petróleo não quer ter lucro? Ainda assim, o seu negócio irá falhar, uma vez que não damos a ele poder, não nos preocupamos com ele.

É hora de nos preocupar com o bem-estar de todo o mundo. O sistema está operando integralmente e agora ele precisa da deficiência de cada um para funcionar. “Mas será que eu posso saber e lembrar tudo que acontece no mundo? Alguém poderia enlouquecer, nem mesmo um computador pode fazer isso!”.

É verdade! Portanto, a única opção é a conexão dos corações e desejos, e não dos pensamentos. Comece agindo no nível dos desejos e, de repente, você verá como o pensamento “veste” com precisão o despertar do coração, o desejo, e é capaz de se preocupar com todos. Então, você verá e saberá por que um grande potencial de seu cérebro ainda está inativo.

Da 4ª parte da Lição Diária de Cabalá 11/09/12, “Paz no Mundo”

Comente