Estar Diante Da Revelação

Dr. Michael LaitmanNa ocultação, eu tenho apenas uma escolha: imaginar a grandeza do superior que me dirige e determina todos os meus estados. O superior deliberadamente finge ser pequeno a fim de dar ao inferior a oportunidade de trabalhar.

Se o Criador, a força superior que domina tudo, se revelar, então não haverá nenhum lugar para a minha fé, a doação, porque eu verei que tudo está em Suas mãos, e não tenho nada com que trabalhar. É por isso que peço pela ocultação.

Eu começo a apreciar a ocultação, pois vivo na Sua ocultação. Eu vou desaparecer se Ele for revelado. Se o Criador é revelado, eu me transformo num zero completo, sentindo que Ele controla e determina tudo, e que eu não tenho nada a fazer, como se eu não existisse.

Se o Criador estiver oculto, eu tenho uma chance de me esforçar, trabalhar, buscar forças. É claro que eu recebo força Dele, mas sinto que existo devido à minha superação da ocultação e construo algo sozinho. Este é o primeiro passo.

Uma vez que posso construir a mim mesmo nesta forma de ocultação, que pedi para mim mesmo, e me elevo ao Partzuf espiritual completo, eu chego a Galgalta veEynaim, os desejos completos de doação. Então eu posso pedir ao Criador para começar a ser revelado.

Mesmo se Ele for revelado, eu não desaparecerei, porque já existo no mundo espiritual e posso adicionar à Sua revelação a partir de mim mesmo, como se Ele continuasse a se ocultar. Eu mostro minha independência apesar de Sua revelação. Agora, Sua revelação não me perturba; ao contrário, me dá oportunidades adicionais de trabalho. Afinal, apesar do fato de que o Criador é revelado, eu consigo suportar e não me anular diante Dele. Isso é chamado “receber para doar”, o grau do amor.

Da 2ª parte Lição Diária de Cabalá 29/08/12, Escritos do Rabash

Comente