Uma Discussão É Uma Oração

Dr. Michael LaitmanPergunta: Como você pode verificar que realmente entende a lição desde o ponto da conexão com o grupo?

Resposta: Uma pessoa alcança a conexão como resultado do desespero, quando se desespera com todas as suas ações e vê que elas não a levarão a nada, e que ela deve fazer alguma coisa. Ela pensa em si mesma, em toda a sua vida, nos esforços que fez em vão e, no final, chega à conclusão que só pode atingir a meta por meio do grupo.

O grupo é uma estrutura espiritual e não os rostos que você vê ao seu redor. É uma força espiritual que é revelada de uma forma muito realista, como um abrigo seguro. É como um “disco voador” que, ao entrar nele, eu tenho a chance de ter sucesso, e se não estou nele, eu não tenho nenhuma chance.

A pessoa deve entender isso claramente, a fim de manter este pensamento. Ela deve saber que, ficando no grupo, que ela vê como um conjunto de forças espirituais, ela vai chegar, sem dúvida, a um bom resultado. O grupo permite que ela respire, e sem ele, ela não tem acesso ao tubo de oxigênio.

No entanto, a pessoa só pode chegar a esta decisão quando sente o desespero de seus próprios poderes. Nossas discussões e workshops nos permitem chegar a esta conclusão mais rápido. No entanto, o que eu ouço são pessoas falando sobre o que leram e não de seus corações.

Eu dou uma breve introdução, e, em seguida, faço uma pergunta sobre ela. A pergunta pode ser uma continuação do que foi dito; pode estar em contraste com isso ou de alguma forma relacionada com o que foi dito. No entanto, tudo é feito intencionalmente. A resposta não deve vir da mente, mas do ponto de conexão que deve ser alcançado dentro do círculo de discussão.

Assim, a resposta será a resposta à nossa oração. A discussão deve se tornar uma oração que todos nós queremos esclarecer e, juntos, encontrar a resposta. Durante a discussão, cada um dos dez amigos diz algo, e assim completamos uns aos outros. Cada um se anula perante os outros, elevando-os e respeitando sua opinião. Assim, nós construímos nossa auto anulação e o atributo de doação que está acima de todos nós.

O grupo não é uma assembleia física, mas adquire um valor espiritual. Isso ocorre por causa da anulação do ego e o desejo de ser incorporado nos amigos já é uma ação espiritual. O tópico da discussão nos estimula a esclarecer a nossa união, a conexão e o trabalho. Tudo isso se transforma numa oração (MAN).

Dentro da conexão no grupo que alcançamos por esta oração, nós devemos receber uma resposta (MAD). A resposta à oração coletiva (MAD) é chamada de centro do grupo. Nós sentimos calor coletivo, um sentimento coletivo, a força que nos apoia a tal ponto que estamos com medo de sair de lá. Eu não quero sair de lá. Eu quero ficar dentro deste centro e crescer lá. Este é o objetivo dos workshops, que vocês têm que tentar alcançar em cada 15 minutos de discussão sobre a pergunta.

Da 3a parte da Lição Diária de Cabalá 17/07/12, O Estudo das Dez Sefirot

Comente