Sacrificar o Orgulho

Depois desta conquista notável quando você conseguiu unir-se tanto durante a minha ausência, você precisa ver como usar esses resultados, essa conexão. E aqui temos que fazer um ” sacríficio”.

Na verdade, o obstáculo pode surgir de dois lados. Ou caímos, desesperamos, perdemos a esperança do futuro, e sentimos a escuridão em nosso desejo de desfrutar, ou vice-versa, ficamos contentes da nossa força, sucesso e atribuímos isso a nós mesmos. E isso leva a mais separação porque isso nos cativa e venda os nossos olhos para que as pessoas não consigam ver nada.

Isto é pior do que desespero. Mas em ambas as situações, precisamos aprender como usar esses extremos estados polares para o avanço. A pessoa deve usar duas linhas: A esquerda e a direita para chegar à linha média.

Este é um estado maravilhoso, que nos permite sentir tudo “em seu estado crú”. O amor-próprio e orgulho vivem em todos. E se nós sentirmos que alcançámos um novo sucesso, agora temos que atribuir tudo ao Criador. Não nós, mas Ele fez isso! Ele deu, e não foi nós que conseguimos. Ele nos trouxe a este sentimento, e não nós mesmos que viemos a ele.

O Criador agiu em tudo, como se diz: “Eu sou o primeiro, e eu sou o último”. Se analisarmos os resultados corretamente, então nós vamos para uma maior adesão, não desconexão. No nosso estado, hoje, este esclarecimento é a coisa mais importante.

É bom que nós vemos e podemos passar por isso juntos e temos uma experiência valiosa. Estou contente que houve uma situação da qual eu tivie que sair, e você conseguiu na minha ausência, com a ajuda do Alto. Agora, eu posso ajudá-lo com conselhos “de lado” sobre como usar o seu estado interior e aprender com ele. A ajuda do Criador e a misericórdia Dele manifestaram-se aqui. Este é um grande treinamento e avanço.

No entanto, todos nós precisamos ter cuidado com o orgulho, para que tudo comece e termine com o Criador.

[84026]

Da 1 ª parte da Lição Diária de Cabala de 26/7/12, Shamati# 219

Material Relacionado:
O Mundo Na Escala De Justificação
Leis sem falhas

Comente