Enfrentando Uma Escolha

Atualmente, estamos recebendo fortes ações negativas da natureza com a sua pressão no sentido da unificação integral, mas a humanidade não reconhece isso ainda. Nosso desafio é apresentar a humanidade com esta oportunidade para evitar o niilismo, alienação e desolação que já está sendo sentidos em todos os meios de comunicação.

Por um lado, não está se tornando apenas moda, mas ameaçador. No início pode ter ajudado a aliviar algum tipo de tensão na sociedade a menor demanda do consumidor e reduzir gradualmente as nossas necessidades insaciáveis ​​(nosso uso ilimitado de recursos naturais, e assim por diante). Atualmente ela está começando a tornar-se perigosa, porque a própria sociedade está se tornando sujeita a péssimas influências internas. É semelhante à maneira como Hitler chegou ao poder, como todos os tipos de déspotas e tiranos usurparam o trono, e assim por diante.

Por outro lado, se não mostrarmos o próximo estado a humanidade, especialmente a sua parte desenvolvida, então mesmo para retornar ao estado anterior é possível que a guerra nos espere pela frente.

Afinal, se as pessoas com enorme riqueza as vê escorregar das suas mãos uma vez que tudo está se tornando desvalorizado, elas vão desencadear uma guerra. No final, apesar da imensa destruição e milhares de milhões de perdas humanas e tecnológicas, um novo mercado irá emergir e os ricos podem continuar a lucrar, como uma pessoa que só tinha uma refeição completa e está esperando até que ela fique com fome de novo, a fim de re-participar no processo de saciedade.

Vemos que existem duas maneiras de sair. Se não dermos à humanidade um novo paradigma de desenvolvimento, inevitavelmente a guerra será a única solução possível. Há uma série de pesquisas sobre este assunto. Isso está previsto dentro da própria natureza, que nos impulsiona a encontrar uma solução sob a influência de vários desastres.

Ou, alternativamente, organizá-la para que a sociedade humana comece a evoluir para um novo estado, uma nova dimensão, e depois iremos sem problemas transicionar-nos para ela. Mas para isso é necessário para iniciar a educação integral.

[82114]
De uma “Palestra sobre Educação Integral” 25/05/2012

Material Relacionado:
Causa E Efeito
O Mundo Precisa Saber A Verdade!

 

Comente