A Recessão Global Vai Se Acelerar

Dr. Michael LaitmanOpinião (do Comstock Partners): “A economia dos EUA vem diminuindo nos últimos dois ou três meses. Tanto surpresas de baixa quanto quedas reais foram relatadas nos principais indicadores econômicos relativos a emprego, produção, gastos do consumidor e novos pedidos. …

“A economia chinesa está diminuindo sua velocidade, talvez mais do que mostram os números oficiais. … O modelo econômico da China é fortemente dependente de investimentos de capital e exportações, enquanto o consumo interno continua sendo uma parte relativamente pequena do PIB. … Em suma, parece que será difícil evitar uma dura aterrizagem.

“A desaceleração da Europa, dos EUA e da China também está afetando as economias das nações emergentes, que são fortemente dependentes das exportações. A diminuição do crescimento também está levando para baixo os preços das commodities. Apesar de toda a conversa de desprendimento, parece evidente que as economias de todas as nações estão ligadas e que há pouca perspectiva de um oásis de prosperidade num mundo cada vez mais dependente. …

“Infelizmente, as autoridades monetárias e fiscais estão sem munição. … Acreditamos que o pico de 2 de abril no S&P 500 marcou o topo da tendência de alta desde a subida de março de 2009, e que um grande declínio de mercado está à frente”.

Meu comentário: Nem um único especialista tem um plano para sair da crise geral, porque ela é total, multifacetada e interrelacionada. O mundo se tornou interligado e requer uma abordagem interligada semelhante. Ela só pode ser fornecida por uma comunidade integralmente organizada que tenha um sentimento e compreensão do mundo interligado.

Claro, é possível continuar as tentativas de levar este mundo de forma egoísta e protecionista, mas isto promete um enorme sofrimento que nos obrigará mudar a nós mesmos para sobreviver no novo mundo interligado. Nós não conseguiremos isso sem a execução obrigatória da educação e da formação integral para a população, e quanto mais cedo percebermos isso, menor será o dano da saída da crise para nós.

Comente