Os Benefícios E Os Perigos Dos Vírus

Boa educação é quando as pessoas recebem o conhecimento junto com uma explicação que eles estão prontos para aceitar, porque muitos fatos que recebemos sem explicações, especialmente durante a nossa anos da infância, permanecem em nós, como vírus e torna-se impossível de se livrar deles. Nós, subconscientemente usamos essa bagagem de fatos e as consideramos como verdadeiras, embora na realidade elas estão erradas e muitas vezes em nosso caminho.

Tudo isso acontece porque, quando crianças e adolescentes, fomos recheados com diferentes verdades “irrefutáveis” sem explicações. Desde então, elas foram impressas dentro de nós e não há onde se esconder delas. Não importa o que você faz, você não está no controle das coisas que foram impressas em você.

E é por isso tudo precisa ser acompanhado de uma explicação. Não há necessidade de confundir as pessoas com construções ornamentadas com base em matemática superior, as pessoas necessitam receber uma explicação clara e acessível, porque de outra forma o conhecimento se torna slogan ou axiomas, e não podemos fazer com que as pessoas avançem. Uma pessoa precisa desenvolver-se através do senso comum quando aprende com boas explicações. Além disso, é necessário manter a velocidade adequada, para um excesso de informação não bloquear a capacidade de uma pessoa absorver informação.

Educação correta é desprovida de fatos sem fundamento. Isto é porque as pessoas não são capazes de usá-las no caminho certo, e vai ser muito difícil livrá-las dessa carga desnecessária. É impossível trabalhar com os fatos quando você não conhece as suas causas e conseqüências. Neste caso, elas não vão permitir que uma pessoa crie uma imagem comum da realidade. Em vez disso, uma pessoa os trata como leis rigorosas.

Entretanto, não existem leis na realidade:  Nós é que as criamos. Quando eu nasci, a necessidade me empurrava para começar a formar uma imagem do mundo, conectando suas partes. Isto é porque nós viemos de uma quebra, e toda a nossa realidade consiste em montar um mosaico de suas partes em todos os níveis, tão profundo que vai a partir deste mundo para o mundo do Infinito, constantemente adicionando nova qualidade e quantidade de traços. Afinal, esta imagem é multidimensional.

Então, quando eu dar a uma pessoa um ultimato sobre o caminho em que deve reunir as peças certas, eu a mando para o caminho errado, e ela continua a seguir direções, já que ela não sabe como fazer análises e analogias. Em vez de lhe dar respostas preparadas e fatos nus, eu preciso dar a ela uma técnica de estudo, um método, um guia para a ação.

É por isso que a educação moderna está em colapso. Isto é porque estamos moldando “soldados,” qualificados “trabalhadores”, ao invés de pessoas criativas que sabem unir pedaços de um mosaico.

Questão: Você não pode simplesmente limitar-se aos fatos, mesmo se eles são verdadeiros?

Resposta: Os fatos não são o problema. Uma pessoa precisa mais do que conhecimento: Ela precisa desenvolver sua mente. Colocar as coisas juntas de uma forma que ninguém colocou. Ela precisa ter uma abordagem, um novo programa instilado nela, o que lhe permite formar uma imagem de forma independente da sua realidade.

Uma criança não vai aprender por meio de ações forçadas: Isso gera um efeito muito limitado. Quando eu lhe digo alguma coisa, devo explicar por que isso é do jeito que está. Caso contrário, eu introduzo um outro “vírus” nela, e ela não será capaz de usar racionalmente esta “verdade” que está impressa nela. Causada por um determinado contexto, ele irá continuar a emergir em seu subconsciente até o final de sua vida, e só a morte do corpo vai pôr fim nisto.

Questão:. Durante o período de ocultação, também usamos slogans que não entendemos. Por que estes não são “virais” para nós?

Resposta: Isso é verdade, a Cabala tem seu próprio “lema”: “Não há ninguém além Dele”, “Bom que faz o bem”, “Ama o teu próximo como a ti mesmo”, etc No entanto, eles vêm de um grau mais elevado e não pode vir até nós de qualquer outra forma. Nós “engolimos” esses vírus, artificialmente tentamos moldar a nós mesmos, em conformidade com eles e, assim, atrair a Luz que Reforma. E ele corrige e nos eleva, nos fornece uma nova compreensão do mundo, uma nova mente e um novo sentimento.

Por outro lado, no nosso mundo, nós engolimos fatos falsos em vez de adquirir o senso comum, e isso não nos permite avançar através da combinação de todas as partes, estudando a imagem certa do mundo, e em desenvolvimento em sua base.

Afinal de contas, eu posso ser independente no nosso mundo, enquanto eu nunca serei capaz de entrar na minha própria espiritualidade. Pelo contrário, eu tenho que tentar perceber as leis do mundo espiritual em mim, conectá-las na medida das minhas capacidades, e então a Luz Superior vai levantar-me lá.

Desta forma, o “vírus” positivo opera no mundo espiritual, em vez do “vírus” negativo: Estar perto de pessoas grandes, exaltar seus amigos nos seus olhos, e se esforçar pela Luz, que você não sabe nada sobre. Todas estas coisas não são fatos em minha percepção, no entanto, recebendo-os do mundo espiritual é benéfico.

Na nossa percepção, até mesmo os livros de Cabala são “vírus”, eles falam de coisas que não podemos sentir, ou ver.  No entanto, eu estudo estes textos, a fim de querer subir com a sua ajuda. Deixe estes “vírus” me atacar, então eu me infectarei com o amor. E então eu chegarei a isso.

[80379]
Da  4 ª parte da Lição Diária de Cabalá, de 12/6/12,”O Arvut (Garantia Mútua)”

Comente