Fechando A Corrente Do Desejo

Dr. Michael LaitmanTudo o que nós sentimos é a essência do desejo de receber na qual certa forma é revelada. Em outras palavras, o desejo recebe de uma forma ou de outra, sob a influência da Luz, que age nele, O mesmo desejo é o fundamento de todos os mundos, mas há diferentes formas em diferentes níveis.

Tudo o que vemos agora é o nível mais baixo do desejo. A forma mais avançada aparece quando o desejo assume a intenção de doar, se o anterior é substituído por sua forma para moldar a forma espiritual. Em outros aspectos, não existem diferenças entre as várias partes em diferentes mundos e em diferentes graus. Cada vez, é simplesmente como se colocássemos óculos diferentes e víssemos o mundo de forma diferente.

O desejo permanece inalterado e há 620 subdesejos nele que estão todos conectados de alguma forma. Todos esses graus vêm desde Malchut de Ein Sof (Infinito). Agora nós também vemos Malchut de Ein Sof, mas do nosso nível, de acordo com nosso vaso de percepção. Isto é o que se entende pela frase: “A pessoa julga de acordo com suas falhas”.

Pergunta: Como podemos explicar isso para uma pessoa que não estuda Cabalá?

Resposta: O desejo de receber é a matéria. Um átomo consiste de partículas que são, na verdade, energia, ou em outras palavras, o desejo de se mover. Se uma partícula não se move, ela desaparece. As partículas são realmente energia, luz. Elas interagem umas com as outras, conectando e criando diferentes conexãoes. O desejo coletivo é formado por esta conexão, de acordo com as quatro fases ou quatro tipos de natureza: inanimado, vegetal, animal e falante.

É tudo um desejo. Ele pode subir e pode descer, ele se divide em “positivo” e “negativo”, mas sua essência não muda. As imagens da matéria a que nos acostumamos não coincidem com os conceitos científicos, e não só da física quântica, mas também dos campos que lidam com a percepção da realidade. De uma forma ou de outra, está claro hoje que a matéria é energia. Isso também tem a ver conosco e com a forma como nos percebemos. Claro, nem todos podem entender isso, mas pelo menos eles vão acreditar na evidência científica. Nós percebemos muitas coisas na vida como fatos sem nos preocupar em verificá-los.

Então, se toda a criação é o desejo de receber, nós só podemos falar de equivalência ou diferenças e de proximidade ou afastamento em termos do desejo de receber. Desejos iguais estão juntos. Quanto mais eles diferem, mais afastados estão um do outro. Desejos opostos estão infinitamente distantes um do outro –  desde a adesão até a oposição, e todos os outros estados intermédios estão no meio. Tudo é medido de acordo com o desejo.

Isso significa que o nosso trabalho é simples. Nós temos que verificar os desejos e, portanto, avançar. Como um psicólogo, eu me olho de lado, examino os meus desejos a partir do exterior, verificando seus parâmetros: quais as formas de desejos que existem em mim, até que ponto eles me controlam e até que ponto posso controlá-los? De acordo com nosso atual nível de compreensão, eu determino a forma desejada e a igualo com a forma atual.

Mais tarde, eu procuro uma forma de passar da atual forma de desejo para a forma desejado. Os Cabalistas dizem que nós podemos fazer isso com a ajuda da Luz que Reforma. Isso significa que eu tenho que determinar meu estado atual como indesejável e o estado futuro como desejado e bom. A distância entre os dois estados me causa grande dor e, ao mesmo tempo, reune um anseio em mim e permite que eu me esforce no grupo.

Tudo é determinado pela relação entre o desejado e o que existe. Eu descubro a verdade amarga no estado atual, anseio o próximo estado e a Luz superior faz o seu trabalho, uma vez que é a Luz que deve me fazer passar através das mudanças necessárias para alcançar as novas formas mais avançadas do desejo.

Portanto, este é um método simples, embora haja muitos componentes nele: o grupo, o professor, os livros, a grandeza do Criador, o estudo, a imagem da realidade, os mundos, etc. No final, se atribuirmos tudo isso à externalidade, eu continuo no meu estado atual, que eu deveria ver como insuportável e o próximo estado tão maravilhoso que se eu não o atingir, eu prefiro morrer do que viver. E onde está a Luz? Ela vem por meio do grupo, já que o próximo estado é a essência da conexão no novo nível. Estas condições me fazem agir.

Da 4a parte da Lição Diária de Cabalá 26/06/12, “Introdução ao Livro do Zohar

Comente