A Ascensão Para Novas Possibilidades

Dr. Michael LaitmanPergunta: Vamos supor que uma pessoa enfrente um confronto entre interesses pessoais e sociais. De que forma ela será capaz de anulá-lo?

Resposta: Não há necessidade de anular nada. Nós não precisamos nos dividir! Nós só precisamos participar dos workshops, onde você vai gradualmente se acostumar a discutir tudo com todos e chegar a um denominador comum. Além disso, este denominador comum é muito interessante.

Quando nos reunimos em torno da mesa-redonda e começamos uma discussão, de repente, lá dentro, entre nós, uma nova força é criada, que não é apenas a soma de nossos anseios por acordo, mas algo muito maior do que nós, um resultado de nossos esforços em nos integrar. Isso é revelado como algo independente, que nasce de dentro de nossos esforços, uma nova força que está um nível acima de nós em inteligência, em valor, em importância e atratividade. Nós já não queremos deixá-la, não queremos nos retirar ou ser afastados. Assim, verifica-se que através desta força mútua, deste sentimento de união que é criado, nós podemos resolver muitos problemas. De repente, nós começamos a entender de que forma funciona tudo ao nosso redor .

Antes, nós não usávamos esses óculos integrais. Nós não víamos a natureza desta maneira ou a sociedade e todos os problemas. Nós os víamos de uma maneira puramente egoísta, mesquinha, e, portanto, não encontrávamos soluções porque fugíamos para o nosso pequeno ego, cada um em sua toca, e isso é tudo o que existia.

No entanto, quando começamos a olhar através de nosso componente integral, de repente a solução aparece. De repente, aparece um estado que realmente dá uma solução para tudo, e a pessoa só precisa se posicionar corretamente com relação a todos os seus problemas. Acontece que eles não são problemas. Eram problemas quando você não estava adaptado a eles, já que você era uma pessoa egoísta. E agora você não é. Mesmo que você permaneça dentro do ego, você não é mais um indivíduo e, assim, os problemas são resolvidos.

Nós precisamos dar à pessoa a sensação da possibilidade de resolver tudo através de “nós”, que revela horizontes completamente diferentes. Nós precisamos levar as pessoas a este estado. Nós não precisamos convencê-las de nada, nós não precisamos usar a força e falar sobre a mudança que irá ocorrer nelas. Não haverá uma mudança, mas uma ascensão para possibilidades totalmente novas.

Da “Discussão sobre Formação Integral” 20/05/12

Comente