Textos arquivados em ''

Um Passo em Frente

Devemos sempre tentar lembrar que tudo que nos acontece não é um destino cego, mas vem do Criador, e não há outro além Dele. Se eu de repente me lembro do Criador, tampouco é por acaso também, mas é porque isso é o que o Criador quer, e assim Ele me lembra isso. Portanto, eu deveria ser grato que me é dada a sensação do tratamento especial que me é dada do Alto, e eu deveria responder em conformidade. Isto significa que o Criador me trouxe para perto Dele.

Esta aproximação pode ser sentida como boa ou ruim. O sentimento está no desejo de receber, e se é um sentimento bom, eu tenho que trabalhar acima dele e tentar fazer algo para o benefício do Criador. [Leia mais →]

Sob o Comando de Ocultação

Estamos sob o controle de ocultação, o que significa que nós não sentimos o Único operando e nos gerenciando, Aquele que desperta nossos pensamentos e desejos. Assim nos sentimos como se nós mesmos estivéssemos operando a partir de dentro de nossos pensamentos e desejos.

Isto significa que se eu faço alguma coisa e consigo, então isso é o meu sucesso. Se eu não conseguir, então a culpa é minha ou do meu ego, eu começo a culpar o meu destino, ou o que me rodeia.

A ocultação é dada a nós para superá-la e descobrí-la. Aquele que nos está operando e não apenas opera em nós, mas nos opera amavelmente. Isto significa que a ocultação tem vários tons, e precisamos descobrir a força que nos opera. Assim, se queremos a liberdade de escolha em nossos esforços, empenhos e ações que estão sendo nossos, só é possível se agirmos para a revelação do Criador.

[Leia mais →]

Altruísmo em Crianças

Parecer (de Psy-Factor): “Crianças de três a quatro anos de idade se comportam como egoístas absolutas, com a idade de 7-8, elas começam a pensar nos outros. Com crianças, o cuidado com os outros baseia-se na busca da igualdade. Ao mesmo tempo, elas desenvolvnm uma preocupação preferencial para com os membros de seu grupo social.”

[80013]

Material Relacionado:
Um Novo Tipo De Humanidade Em Apenas 15 Anos
As Crianças Têm Uma Conexão Com O Criador?

Grande Luz Em vez de Uma Pequena Faísca

Pergunta: Se a centelha espiritual tem uma força tão grande, então por que não é dada a uma pessoa como um todo, mas, sim, flutua constantemente – às vezes subindo e às vezes caindo?

Resposta: É porque a responsabilidade de uma pessoa é estabelecer uma conexão correta entre o desejo de desfrutar e a centelha espiritual. De um lado, há o Criador, a centelha espiritual, e do outro lado é a criatura, o desejo de desfrutar. E eu preciso conectar um com o outro, para vestir um no outro.

O desejo de desfrutar é o nosso material natural, o verdadeiro eu. Mas agora, a centelha espiritual me ilumina e eu perco a minha cabeça, não sabendo no que me esforçar, em algum mundo espiritual, que é quem-sabe-onde. Uma pessoa, que sente essa aproximação pela primeira vez, perde o equilíbrio e o senso de realidade. É por isso que atualmente, todo o nosso mundo parece frágil e perturbado.

E nosso trabalho é revelar a grande Luz de NRNHY em vez de uma faísca, e alcançar toda a profundidade dos desejos e conectá-los, para o desejo adquirir a forma da Luz e vestir-se nela. Em seguida, ele vai se tornar um vaso ou paramentos para a Luz, e não vamos revelar uma faísca pequena, mas de Luz 620 vezes mais poderosa.

Da 1 ª parte da Lição Diária da Cabala 6/6/12, Shamati, # 21

Material Relacionado:
Dentro do Meu Povo