“A Civilização Basicamente Parou De Progredir Na Década De 1960”

Dr. Michael LaitmanOpinião (Peter Thiel, investidor bilionário do Facebook,  ex CEO da PayPal, e co-fundador da Palantir): “Para a maior parte da recente história humana – da invenção da máquina a vapor no final do século XVII até cerca do final dos anos 1960, aproximadamente – o processo tecnológico tem sido enorme, talvez até mesmo implacável. Na maioria das sociedades humanas anteriores, as pessoas ganhavam dinheiro tirando-o dos outros. A revolução industrial operou uma mudança de paradigma em que as pessoas ganham dinheiro através do comércio, e não da pilhagem.

“O auge do otimismo sobre o futuro da tecnologia pode ter sido a década de 1960. As pessoas acreditavam no futuro. Elas pensavam sobre o futuro. Muitas estavam extremamente confiantes de que os próximos 50 anos seriam o meio século de progresso tecnológico sem precedentes.

“Mas, com exceção da indústria da informática, isso não ocorreu. A renda per capita ainda está aumentando, mas essa taxa está nitidamente desacelerando. Os salários médios estão estagnados desde 1973. As pessoas se encontram em um alarmante cenário estilo Alice no País das Maravilhas, no qual se deve agir mais duramente, isto é, trabalhar mais horas, apenas para ficar no mesmo lugar. Esta desaceleração é complexa, e dados sobre os salários por si só não a explicam. Mas eles apoiam a sensação geral de que o rápido progresso dos últimos 200 anos está diminuindo muito rapidamente”.

Meu comentário: Todos os anos de desenvolvimento depois de 1960 não têm sido benéficos para a humanidade. Nós precisamos subir para o próximo nível e nos esforçar em alcançar outras metas que não as materiais, que já não conseguem nos satisfazer e beneficiar.

Comente