Quem é Maior ou Quem é Melhor?

Dr. Michael LaitmanOpinião (Michelle M. Duguid, Washington University e Jack A. Goncalo, Cornell University):“A altura é uma metáfora habitualmente utilizada para poder: pessoas poderosas “sentem-se como pessoas importantes do campus” e “pessoas olham alto para elas”. Psicólogos do desenvolvimento sugerem que uma associação metafórica entre poder e altura pode ter origem muito cedo, como, por exemplo, quando as crianças são confrontadas com pais mais altos que têm o poder sobre elas, e durante a adolescência crianças mais altas usam a sua forma para coagir fisicamente crianças menores. Esta associação continua a ser reforçada uma vez que pessoas mais altas que ganham maiores salários podem ser mais facilmente encontradas em cargos de chefia, ascender como líderes ou ganhar eleições presidenciais.

“Esta corrente de pesquisa sugere que observadores sociais julgam os mais altos como mais poderosos que os mais baixos. Por exemplo, quando as pessoas se expandem para ocupar mais espaço, os observadores assumem que elas são dominantes, enquanto que quando se restringem, são entendidos por outros como submissas. …

“Em resumo, há uma forte evidência de uma associação positiva bem conhecida entre poder e altura. Uma previsão óbvia baseada nesta pesquisa é que observadores podem usar o tamanho do seu alvo para inferir o seu poder; não é um pressuposto irracional, dada a correlação robusta entre altura e poder em definições naturalistas”.

“Aqui, consideramos uma implicação mais inesperada da associação poder-altura; em que a experiência psicológica de poder pode fazer com que indivíduos se sintam de facto mais altos que uma medição objectiva possa indicar que sejam”.

Meu Comentário: No nosso mundo egoísta tudo é medido de forma quantitativa, sendo a medida do egoísmo “quanto você recebe” (altura, peso, distância, tempo, salário, etc.), enquanto que no mundo espiritual altruísta, tudo é medido qualitativamente – a medida de doação. A diferença é que receber no nosso mundo egoísta está no desejo da própria pessoa, enquanto que no mundo espiritual está no desejo dos outros. Desta forma, não existem sensações terrenas no mundo superior, e é por isso que o sentimento do gradual “desaparecimento do corpo” é alcançado aqui.

Comente