Revelando A Unidade Da Natureza

Dr. Michael LaitmanPergunta: Se atingirmos o objetivo e nos unirmos num Kli mundial comum, que mudanças ocorrerão na Europa?

Resposta: Nós temos que entender que todos os problemas, incluindo a crise com todo o sofrimento, surgen por um motivo: orientar as pessoas a encontrar a raiz da causa, descobrir por que isso está acontecendo. Nós vemos que os cientistas, economistas e políticos não podem fazer nada.
O mundo entrou na fase que a Cabalá mencionou muito tempo atrás. Nós conversamos sobre isso antes do século XXI. Eu ouvi falar disso há vinte anos e não acreditava que poderia acontecer. “Então”, eu pensava, “eles falam. O que eu posso fazer?”.

O mundo entrou numa fase diferente. Hoje, nós estamos num nível completamente diferente. Temos que revelar a unidade da natureza. É por isso que o mundo é global, integral, não só em nós, mas em torno de nós.

Hoje, revelamos a força superior em todos os níveis do desenvolvimento; o nível inanimado da natureza, incluindo o espaço, para não mencionar as camadas mais altas, e a natureza vegetal e animal são um todo. Tudo isto é uma força global e integral de zero até ao infinito, um todo.

Há uma excepção que é um problema. No interior, há o ser humano, o centro do mundo. A ele é dada a liberdade, e ele faz tudo o que gosta, apesar de tudo. Ele é terrivelmente oposto a tudo o resto.

Nós comparamos este ser humano, isto é, toda a humanidade, esta imagem coletiva, ao crescimento de um câncer, porque ele come tudo a sua volta. Ele destrói tudo que vive, e está em contradição com o resto da natureza. O resto da natureza é global, integral, e unido. Nós não somos unidos de forma alguma, nem integral, nem global.

Dizemos que a crise global chegou. O que isso significa? Significa que vocês não combinam com o resto da natureza! Onde está a crise? Está em vocês ou no que os rodeia?

Vocês devem se reconstruir. Vocês representam uma sociedade humana que também deve se tornar global e integral. Como isso pode ser feito? Isso pode ser feito através da união, alcançando a igualdade, a intercpnexão e compreensão mútua. Todo o nosso desenvolvimento nos mostra até que ponto estamos interconectados. Nós não podemos fugir disso.

Olhe o que acontece: um país é boicotado, desconectado de transações financeiras ou qualquer outra coisa, e não pode fazer nada. É isso aí, a vida cessou. Corte-o do resto do mundo e ele não poderá existir. Isso é o quanto o mundo é global. Isso nunca aconteceu antes.

Nossa sociedade é oposta a essa globalização; a atual natureza humana é oposta a ela. É por isso que, obviamente, se removermos essa contradição, vamos ver a força da natureza revelada em sua totalidade.

Nós nos encontraremos totalmente conectados com o mundo inteiro e, além disso, como ilimitados, infinitos. Nós nos sentiremos existindo eternamente em harmonia com todas as outras camadas da natureza.

Isso se aplica não apenas aos países que estão sofrendo com a crise. Nós devemos considerar o nível ao qual nos elevamos e ver todos esses fenômenos da crise como obstáculos a serem superados para alcançarmos a meta mais elevada. Assim como uma pessoa tem crises, no sentido individual, o estado as tem no plano nacional e a sociedade humana em termos globais. Esta é a única maneira de olhar a vida.

Não podemos abordar os governos hoje e falar sobre isso com eles, porque eles são os maiores egoístas e não serão capazes de compreender. No entanto, suas mentes estão mudando. Há uma grande diferença entre o que diziam há cinco anos e o que dizem hoje, porque golpes e punições tornam a pessoa mais sábia e receptiva. É por isso que eu espero que sejamos capazes de conseguir isso.

Além dos materiais que estão sendo preparandos para serem apresentado à UNESCO, às Nações Unidas e outras organizações internacionais, nós estamos conectando muitos cientistas que têm a mesma opinião que a nossa ao nosso trabalho, aqueles que entendem que a natureza humana, a natureza da sociedade humana, deve ser mudada fundamentalmente.

O problema é que eles não têm um método. Não há dúvida de que precisamos estar em equilíbrio global com a natureza, para estar em homeostase com ela. Milhares de cientistas em todo o mundo estão falando sobre isso, mas nós também devemos fazê-lo. Como isso pode ser feito? Nós devemos…? Não há resposta.

Milhões de pessoas ao redor do mundo estão ficando desempregadas. A crise nos levará a um ponto onde produziremos apenas coisas que são necessárias à nossa existência.

É por isso que as pessoas devem entender. Elas devem estudar e transformar a si mesmas em vez de poluir e esgotar a natureza. Eu não preciso de muito para alimentar o meu “animal” para a minha existência normal.

Eu tenho que dedicar o tempo restante, o resto da minha força, para mudar a sociedade humana. Então, vamos sentir a harmonia eterna e total. Isso será muito mais do que o que tentamos alcançar hoje. Portanto, devemos ver a crise como um obstáculo acima do qual nós temos que subir juntos. É por isso que estamos aqui.

Da Convenção de Vilnius 24/03/12, Lição 3

Comente