A Influência Do Grupo Das Mulheres No Grupo Dos Homens

Dr. Michael LaitmanPergunta: O trabalho dos homens na união integral toma 7 a 8 horas por dia. Supõe-se que mulher deva gastar tanto tempo estudando?

Resposta: As mulheres têm muito menos problemas do que os homens, porque seu trabalho começa quando elas se juntam para trabalhar em torno do grupo dos homens.

Antes disso, seu trabalho reside nos estudos teóricos, e não pode haver qualquer ligação lá. Isso inclui discussões, representação e dedicar muito tempo à educação dos filhos desde a perspectiva integral, e assim por diante, mas não nas relações entre mulheres, que elas sentirão como uma violação de sua natureza.

O grupo das mulheres começa a observar os homens e seu trabalho mútuo apenas quando elas estão prontas e o grupo dos homens está suficientemente treinado na teoria e já está passando pela integração prática entre si. Nós gradualmente começamos a ensinar-lhes os fundamentos da ajuda necessária de sua parte para atingir o próximo estado: o estado de união, harmonia e percepção da natureza sobre o próximo nível de “Adão” (“Homem”), que nós podemos alcançar através deste tipo de união.

O grupo dos homens alcança a união com sua própria força, como um homem atinge satisfação e comida.

O grupo das mulheres os ajuda com isso, os inspira, empurra, e serve como ferramenta muito poderosa para os homens, sem a qual eles não podem se unir. As mulheres devem influenciar os homens com muito cuidado, sem perturbar a sua sensação de união. Elas devem dar aos homens a sensação de que elas estão esperando deles, que os valorizam, inspiram e os tratam como uma mãe em relação ao filho.

Cada mulher pode se relacionar com os homens desta maneira, e os homens sentem a influência da mulher. É por isso que o grupo das mulheres assume o papel fundamental de mover o grupo dos homens para a união, influenciando-o com sua inspiração e expectativa, como uma mãe: “O que eu espero do meu filho”. E a criança sente que a mãe espera determinado resultado dela.

Tudo isso precisa ser feito com cuidado e com cuidado para não causar o sentimento de indiferença nos homens ou uma reação negativa. Tudo deve ser feito de forma muito delicada, em certa medida, e sempre mensurada.

Quando os dois grupos olham para si mesmos de forma objetiva, de fora, eles sentem que precisam um do outro. Eu confesso ao grupo das mulheres que eu preciso de seu apoio e influência, da sua inspiração, sua expectativa para comigo. Isto me inspirará, apoiará e me despertará para alcançar um resultado.

Em geral, há uma enorme gama de influências de sensações e expectativas mútuas. Se tudo isso é feito através do contato indireto, à distância, através da “indução” do grupo das mulheres ao grupo dos homens, o resultado da interação mútua adequada é alcançado.

Como resultado, o grupo dos homens alcança a união com a ajuda do grupo de mulheres. Esta união é repassada ao grupo de mulheres.

Mas esses grupos não se fundem, não se misturam; eles continuam existindo como dois “círculos”: o externo – das mulheres, e o interno – dos homens.

Da “Discussão sobre a Educação Integral” # 10, 16/12/11

Comente