Você Gosta De Ver Os Outros Mais Elevados Do Que Você?

Dr. Michael LaitmanSe eu tenho uma criança pequena que vou mandar para uma pré-escola, porque ficar em casa já não é suficiente para o seu desenvolvimento, eu tento colocá-la em um grupo de crianças um pouco mais velhas, ao invés de mais jovens, para que ela possa aprender com as crianças mais velhas. Em outra palavras, quanto mais elevado o meu ambiente, mais oportunidade eu tenho de avançar com ele. De modo oposto, se eu entrar em uma empresa de pessoas sem cultura, elas vão me transmitir seus valores. Tudo depende do ambiente.

Nós seguimos este princípio quando fazemos escolhas em nossas vidas, visto que “seu ambiente hoje é você amanhã”. Para uma pessoa interessada em crescer, é útil estar entre gente grande. No entanto, ela tem que perceber que chegou lá para crescer. Se ela simplesmente vem e se senta entre as pessoas que não são do seu nível, então quanto maiores elas forem, mais ela fica irritada com isso. Ela quer colocá-los para baixo.

Porém, se ela vem com o propósito de crescer no ambiente de tais pessoas, quanto maiores elas forem, mais feliz ela será. Suas únicas carências são o ódio e o fogo ardendo dentro do sentimento de ser muito menor do que elas. Mas ela está feliz com esses sentimentos, porque eles a instigam e a encorajam a avançar.

Assim, tudo depende da intenção da pessoa, do que ela quer do seu ambiente. A pessoa pode avaliar uma sociedade externa por seus valores e interesses, tais como se eles gostam de música e arte, ou se são pessoas educadas e inteligentes. Existem critérios com os quais a sociedade pode ser testada.

Mas não existem critérios para tais testes num ambiente Cabalístico. As únicas pessoas que se reúnem lá são aquelas cujo ponto no coração despertou e elas simplesmente querem desenvolvê-lo. Todas elas passam por constantes altos e baixos. Ninguém sabe em que grau realmente está, para não falar do grau dos seus amigos.

Tudo depende apenas de como a pessoa percebe o grupo, como o Rabbi Yossi Kisma, que valorizava seus pequenos e simples alunos de tal forma que não era capaz de avançar sem eles.

Assim, é muito importante entender que o grupo, o ambiente, é algo que a pessoa percebe interiormente, avaliando os amigos trazidos a ela pelo Criador, que lhes deu o mesmo desejo pela espiritualidade. Agora, eu posso criar um ambiente para mim de acordo com a altura e os valores que são necessários para meu avanço, de acordo com como e onde eu quero avançar.

Além disso, agora, eu posso me estudar. Na medida em que eu gosto de vê-los como grandes é um sinal de que eu realmente estou querendo avançar. Afinal, é possível avançar apenas por causa do meu ambiente. Meu desejo de vê-los como inferiores a mim significa que eu estou procurando uma maneira de satisfazer meu orgulho, não de avançar.

Através da nossa atitude para com o nosso ambiente nós podemos medir com precisão o nosso estado espiritual. Eu aspiro à meta da criação ou estou procurando uma sensação agradável, enchendo meu egoísmo com um senso de auto-importância?

Da 1a parte da Lição Diária de Cabalá 22/11/11, Escritos do Rabash

Comente