O Privilégio De Amar

Dr. Michael LaitmanO Criador ciou a criação para doar total bondade a ela, o que significa que nos dar a oportunidade de doar e amar. Quando nós fizermos isso, significará que Ele nos preenche com todos os prazeres.

Deleitar a criação não significa satisfazer seus desejos egoístas de todas as formas. Ao contrário, quando os meus desejos mudam de egoístas (recepção) para altruístas (doação), isso abre a possibilidade de doação para mim, que se torna um prazer. Isso se chama ser preenchido pelos prazeres do Criador, pela Luz que preenche todo o universo.

Nossa atitude para com esta nova criação, em cujo limiar nos encontramos, é semelhante a entrar em certo clube privilegiado, onde as únicas pessoas autorizadas a entrar são aquelas que têm qualidades especiais e somente por meio de um convite especial. Antes de entrar ali, você tem que receber permissão, um passe de entrada, e para isso você deve primeiro estudar o sistema de relações que existe entre todos os seus membros.

Neste “clube” alguns participantes são mais importantes e outros menos, e eles têm todos os tipos de relacionamentos entre si: familiar, empresarial, amigável e outros, ou seja, eles estão conectados através de todas as formas de conexões. Se você estabelecer contato com cada pessoa e tornar-se incluído nesta conexão com todos, combinando-se corretamente com todo este sistema e sabendo como ativá-lo, então você será capaz de usá-lo para o seu benefício.

É assim que o sistema de mundos opera, a rede espiritual que nós estamos entrando. Eu tenho que saber que relações existem entre todos os seus elementos. Isso significa que eu tenho que estudar a sua estrutura constante, chamada de VAK (pequeno estado).

Além disso, eu tenho que saber como ativá-lo com o meu pedido (MAN), como ele reagirá a minha entrada e influência. Então, eu vejo como o movimento começa a ocorrer nele: como a Sefira Daat sobe a YESHSUT e Aba ve Ima; como Hassadim e Gevura descem de lá, causando uma subida adicional, e assim por diante.

Isto é o que nós temos que aprender com a ciência da Cabalá antes do tempo, antes de entrar no sistema superior. O estudo cria qualidades especiais dentro de nós e nos aproxima da entrada no sistema superior. Pela força do nosso desejo de atingir este sistema, eu desperto a influência dele sobre mim, e algum tipo de fluido ou fluxo de energia chega até mim de lá, aproximando-me dele.

Afinal, eu quero chegar lá! Está escrito: “Eu estou para o meu amado e Ele está para mim”. Isto é chamado de o mês de ELUL (o acrônimo para “Eu estou para o meu amado e Ele está para mim”), a preparação para a ascensão no sistema superior . E quando eu finalmente entro lá, isso se chama um novo começo, a celebração do Ano Novo (Rosh Hashaná ).

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 04/10/11, Shamati

Comente