Textos arquivados em ''

Jamais Obteremos Sucesso pela Recepção

Não podemos avaliar uns aos outros de forma alguma, porque não há critérios de verdade para comparação. Suponha que você produz cinquenta produtos por dia, e eu produzo apenas trinta. Como resultado, seu salário é maior que o meu e eu me sinto impotente, estou com raiva de você porque eu medi nós dois pelo mesmo padrão. No momento, nós dois julgamos as coisas desta maneira.

Temos que entender que cada pessoa tem seu ponto da alma, e não temos o direito de julgar os outros. Só temos que ajudar uns aos outros para que todos se realizem da melhor maneira possível. Além disso, não há outro caminho, atitude ou padrão que determina a conexão mútua certa. Só posso avaliar a mim mesmo e outros em doação. Nós nunca seremos igual e certos em receber. Mesmo se ambos de nós sentimos que conseguimos “trabalhar bem juntos”, outros vão começar a olhar para nós com desconfiança.

[Leia mais →]

Desproporcionalmente Diferentes

Baal HaSulam, “Paz no Mundo”: Isso é porque, por natureza, o poder de trabalho não é igual para todos e cada pessoa. Uma pessoa na sociedade labuta em uma hora de trabalho, devido à sua fraqueza, muito mais do que o seu amigo que trabalha duas horas ou mais. … Assim, você vê que … o trabalho do indivíduo com a condição da verdade evidente … é completamente inviável, uma vez que não podem ser examinados e avaliados de forma alguma.

Se estamos à procura de justiça social, não podemos nos basear no horário de trabalho porque as pessoas são diferentes. Não podemos medir esforços de uma pessoa objetivamente. O sucesso das pessoas não indica nada porque alguém nasce estúpido e outra inteligente, uma é preguiçosa e outra é energético, e assim por diante. A hereditariedade não é culpa de ninguém, mas tampouco é a realização de alguém.

Portanto, não podemos julgar as pessoas de acordo com a medida da verdade, porque é determinada pela raiz da alma de uma pessoa, seus atributos internos que não podem ser examinados, pesados, ou calculados. Isto significa que não podemos nos queixar ou avaliar a produtividade de uma pessoa justamente. Todas as nossas tentativas para medir os esforços e habilidades são realmente uma mentira total. Damos notas às crianças na escola, nós comparamos todos no exército, vamos definimos um padrão arbitrário de produtividade no trabalho, e tudo isso só corrompe o desenvolvimento natural de uma pessoa.

Especialistas estão começando a entender o problema depois de ter confrontado a crise na educação. Mas a situação não mudou. Nós simplesmente não podemos medir uma pessoa corretamente de acordo com a medida da verdade.

[56715]

A partir da 5 ª parte da Lição Diária de Cabala 06/10/2011, “Paz no Mundo”