Cuidar Um Do Outro

Dr. Michael LaitmanPergunta: Você pode descrever brevemente o conceito da garantia mútua?

Resposta: Agarantia mútua é quando cada pessoa compreende que o seu bem depende do bem do outro. Não pode ser bom para mim, se não for bom para ele. Eu não posso me alimentar, mas sim, eu alimento você e você me alimenta. Esta é a única maneira de viver. Caso contrário, vamos morrer. Escolha, não há outras opções.

Nessa medida, nós devemos sentir a nossa interdependência. A comida é a coisa mais importante para o homem, mas ninguém pode prover sua subsistência com as coisas necessárias, sem perceber esta condição da união mútua. Todo mundo proverá aos outros e não a si mesmo. A natureza nos obrigará a nos unir desta maneira, e nenhuma outra.

Tudo o resto decorre deste sentimento. Como numa família muito unida, juntos, cuidamos de nossas crianças e apoiamos os nossos pais. Nós conseguiríamos deixar um avô doente em apuros? Claro que não. A condição da garantia mútua nos obriga a fazer isso, e não há necessidade de introduzir leis especiais. A principal coisa é uma atmosfera apropriada na sociedade, criada pela mídia e o ambiente, que condene ou respeite certas relações entre as pessoas.

No entanto, hoje, enquanto a sociedade israelense não adotou o princípio da garantia mútua, nós devemos em primeiro lugar ajudar todos aqueles que não conseguem sobreviver por conta própria. Vamos discutir em conjunto a forma de elevar as pessoas que vivem abaixo da linha da pobreza. Esta é a nossa primeira preocupação, porque ninguém na família deve cair abaixo do nível mais inferior.

Vamos “apagar o incêndio” e, ao mesmo tempo, trabalhar na educação pública, de modo que a nação se mova na direção da garantia mútua, que a própria natureza exige de nós hoje. O mundo superior desce sobre nós e se expressa na forma da garantia mútua.

Vai demorar seis meses ou um ano, antes que as pessoas comecem a perceber e interiorizar o que está acontecendo. No entanto, hoje, o consentimento mútuo já é exigido para ajudar os necessitados que não têm dinheiro para se alimentar até o próximo pagamento. Vamos fornecer o que é necessário para eles agora, e depois discutiremos o resto.

Da 5ª parte da Lição Diária de Cabalá 22/08/11, “Arvut

Um Comentário

  1. Excelente.
    Concordo plenamente e será que há quem possa não concordar???!!!!
    Pode é haver quem não pratique e ai, quase todos, mas concordar todos concordam. A grande questão é alinharmos a mensagem de forma a que consigamos despertar na maioria que concorda e que não pratica o conceito, a vontade de o fazer. Ai sim seremos Cabalistas, pois estaremos a entregar à Humanidade o modus-fazendi.
    Haja LUZ para todos.

Comente