Cabalistas Sobre O Trabalho Espiritual No Grupo, Parte 11

Dr. Michael LaitmanCaros amigos, por favor, façam perguntas sobre estas passagens dos grandes Cabalistas. Os comentários entre parênteses são meus.

O Poder da União

Contudo, ao juntar umas poucas pessoas que concordam que têm de atingir o amor aos outros, quando elas se anulam uma diante da outra, elas estão todas misturadas. Assim, em cada pessoa é acumulada uma grande força, de acordo com o tamanho da sociedade. Então, elas podem realizar o amor aos outros de facto.

– O Rabash, Rabash – os Escritos Sociais, “De Acordo com O Que é Explicado em Relação ao “Ame o Seu Amigo como a Si Mesmo”

 Quanto maior o número do colectivo, mais eficaz é o poder do colectivo. Por outras palavras, eles produzem uma atmosfera mais forte de grandiosidade e importância pelo Criador.

– O Rabash, Rabash – os Escritos Sociais, “A Agenda da Assembleia”

Uma pessoa tem um desejo pela espiritualidade dentro dela, mas o seu próprio desejo provavelmente não é suficientemente grande para que ela não precise incrementá-lo, de modo que ela possa trabalhar com ele para obter a meta espiritua. …Isto é feito pela união com pessoas que ela percebe que também têm uma necessidade pela espiritualidade. Desta forma, em adição ao desejo que ela tem dentro de si, ela recebe um desejo pela espiritualidade que elas produzem nela, e então ela adquire um desejo maior com o qual ela pode atingir a meta.

– O Rabash, Rabash – os Escritos Sociais, “Poderosa Rocha da Minha Salvação”

Comente