A Natureza Não Tolera O Desequilíbrio

Dr. Michael LaitmanNós estamos nos movendo em direção ao equilíbrio com a natureza. Ela busca levar todas as suas partes ao equilíbrio. A diferença entre as temperaturas se equilibra, o vento equilibra a diferença na pressão do ar, um objeto que é lançado cai num lugar onde ele encontrará o equilíbrio com a força da gravidade. O processo destina-se a um estado de equilíbrio por toda parte e em todos os aspectos. Em qualquer área, seja ela química, física, biologia e assim por diante, tudo é construído sobre esse princípio. Tudo aspira ao equilíbrio, a um alívio da pressão. Tudo se submete à lei da entropia. A natureza deseja ser apaziguada. Ela não tolera diferenças e flutuações em nenhum parâmetro.

No final, tudo tem que alcançar o equilíbrio. Agora, a lei da natureza exige o equilíbrio na sociedade humana. Nós vemos explosões e desordens, e esta é a maneira da natureza exigir o equilíbrio. Os níveis inanimado, vegetal, e animal já tiveram sua vez, e agora é a vez do nível humano. O desejo por equilíbrio está emergindo dentro de nós, mas alcançar o equilíbrio entre nós significa nos tornarmos “como um homem com um só coração”. Nós podemos ser totalmente diferentes, mas há um critério: nós somos obrigados a nos apoiar mutuamente.

Não há nada a ser feito sobre isso: quer queiramos ou não, a natureza ganhará, porque ela é uma força gigantesca.

Surge uma questão: por que nós não desapareceremos, como os mamutes e dinossauros? Por que nós simplesmente não abandonamos o palco como uma parte que não se encaixa? Afinal, a nossa discordância com a natureza é muito maior que a dos dinossauros extintos. No entanto, ao contrário deles, nós temos uma missão, uma predestinação, um objetivo: nós temos que nos corrigir e transformar nossa natureza inicial. Eles foram incapazes de fazer isso e desapareceram com o curso natural da evolução, enquanto nós somos obrigados a alcançar o equilíbrio com a fase atual de desenvolvimento.

É por isso que somos levados a estados onde a nossa falta de harmonia com a natureza será expressa nas formas mais graves, mas não chegará à extinção total. Noventa por cento do mundo pode desaparecer, mas algumas pessoas continuarão a existir, a fim de mudar a natureza humana e alcançar o equilíbrio necessário.

Este é o objetivo e não temos outro caminho a percorrer.

Da 5ª parte da Lição Diária de Cabalá 29/08/11 , “A Nação”

Comente